quinta-feira, 28 de julho de 2016

[Livro] Minha Pequena, Grande Mulher #1 - Simone Fraga

para amar e proteger

Segura essa marimba, que o livro de hoje é pura sedução! Um segurança apaixonado, uma casa de sadomasoquismo e uma empresária poderosa. Esquece o Christian Grey, O Guarda-Costas e qualquer outra história que você lembrou com esses elementos, o grande trufo desse livro é que a autora, Simone Fraga, conseguiu pegar elementos já batidos da literatura e deu uma roupagem completamente diferente para eles, saiu do senso comum, da forma, do padrão.

Júlia é herdeira de uma rede hoteleira, atraente, bem-sucedida, se prepara para assumir os negócios da família e permitir que finalmente seu tio se aposente. Quem não conhece o seu passado até pensa que tudo são flores, mas por trás de sua postura de mulher durona existe uma menina amedrontada que se assusta só com a lembrança de seu padrasto voltar para sua vida.

para amar e proteger 2

Sua infância foi marcada pela violência, sua mãe não tinha mais condições de protege-la do mal e seu padrasto tinha planos perversos para o futuro da garota. Após um episódio em que Júlia foi parar no hospital e ficou entre a vida e a morte, seu tio finalmente conseguiu a guarda da garota, era a sua chance de ter um futuro com o mínimo de humanidade. Era hora de limpar as feridas e seguir em frente.

Lucas estava sempre presente, um garoto da vizinhança que protegia e segurava a mão de Júlia quando o medo se fazia presente, mas era arriscado ficar, ele foi obrigado a se afastar para proteger a própria vida e de sua família. Longe o garoto se transformou em um homem sedutor, dono da empresa de segurança mais renomada do país, preparado para enfrentar qualquer situação, menos reencontrar o seu passado e protege-lo do mundo.

para amar e proteger 3

A tensão era inevitável, seus corpos faiscavam quando se tocavam, chegava a ser enlouquecedor pensar que ele via ela apenas como uma menina frágil, mas ela queria té-lo como homem, queria ser sua, somente sua. Lucas precisava ir com calma, ele tinha sido contratado para proteger a vida de Júlia após a última ameaça de seu padrasto, serviço que ele ia fazer pessoalmente e com todos os recursos que ele tivesse disponível, mas tinha medo da reação dela quando descobrisse seus gostos peculiares, como ele poderia mostrar para uma menina tão traumatizada o seu gosto por sadomasoquismo?

Além disso tinha o clube exclusivo onde casais praticavam a arte da dominação, de forma privada ou como uma apresentação para os frequentadores, o local tinha regras claras e bem rígidas, os sócios eram escolhidos a dedo, mas Júlia poderia ficar acanhada ao se despir e mostrar prazer aos olhos de desconhecidos. O romance tinha que dar um passo de cada vez, cada ato tinha que ser milimetricamente pensado, se não Júlia poderia se assustar, ou o seu padrasto podia finalmente conseguir o que tanto queria, Lucas era o único que podia impedir que algo desse errado.

para amar e proteger 4

O que eu mais gostei do enredo é que ele saiu do lugar comum, se é pra falar de sadomasoquismo não vamos nos limitar apenas as palmadas e amarras, vamos falar sobre velas, chicotes, cera quente, balanço, plugs e os jogos de dominação, não apenas o mandar e o outro obedecer, mas fazer com que o outro entenda a prática e queira brincar também, não por medo, mas por prazer, por ter vontade de conhecer os seus limites e saber até que ponto seu corpo pode chegar.

A história não se limita ao romance, tem muita perseguição, tiro, briga e gente morrendo no hospital, além do sexo tem o drama policial sobre o padrasto de Júlia, todo o esquema para finalmente conseguir coloca-lo na prisão e provar o monstro que ele é, mas para isso foi necessário arriscar tudo, até a integridade de todos os envolvidos para finalmente se ter paz.

para amar e proteger 5

O enredo foi construído mesclando toda a sensualidade das cenas quentes (e põe calor nisso) com o drama policial, fazendo com que o leitor ficasse menos tenso quando tinha as cenas mais apimentadas e se recuperasse quando iniciava a pancadaria, um dava suporte para o outro evitando que a história perdesse o romance, ou tivesse sexo demais sem história para contar.

Confesso que não esperava muito, mas me surpreendi como a autora conduziu os elementos que parecem tão batidos quando se olha superficialmente. Como eu li a primeira edição do livro, encontrei alguns erros de revisão e senti falta de um olhar sobre a estrutura textual, alguns trechos não dava para entender quem estava falando especificamente, já que horas o texto era narrado em primeira pessoa (alternando entre Lucas, Júlia e as vezes outro personagem) e horas em terceira pessoa, mas acredito que já devem ter ajeitado esses detalhes, pois hoje o livro já está na 3ª edição e com nova roupagem pela Qualis Editora, um verdadeiro sucesso!

A previsão é que a série Para Amar e Proteger tenha 6 livros ao todo e alguns extras, cada publicação contará a história de um casal, o primeiro de Lucas e Júlia, o segundo da Val e Lion, o terceiro da Amarilis e Jony (o mais aguardado de todos, pelo menos por mim), o quarto Laura e Bennet, o quinto Vanessa e Ian, e o sexto apenas de Júlia (não sei se a Júlia-Mãe ou a Júlia-Filha crescida). - Simone libera essa história, você esta mantando seus leitores de ansiedade, estou louca para saber como ficou o relacionamento de Val e Lion! - Série SUPER recomendada!


quarta-feira, 27 de julho de 2016

[Promoção] Um Conde em Minha Vida - Até 20.08


A Qualis Editora estará na Bienal de São Paulo, lançando o livro O Misterioso Conde de Rothesay, um romance de época escrito pela querida Roxane Norris. O evento vai acontecer no dia 28.08, às 14h, no estande M79, mas antes de qualquer coisa, o blog vai sortear 2 leitores para receber o livro em primeira mão, então não perde tempo e venha se deliciar com esse Conde!

Regras da Promoção:
1 - Curtir as páginas:
Blog Cápsula de Banca


2 - Preencher o formulário AQUI - No item "Em qual blog viu a promoção?" responder "Cápsula de Banca".

Os Prêmios:
1º Lugar - Livro, Bonequinha de Porcelana, Leque e Marcadores Personalizados.
2º Lugar - Livro, Leque, Marcadores Personalizados.

Boa sorte - Resultado no dia 20.08

quarta-feira, 20 de julho de 2016

[Livro] Você Sempre Ganha! - Zíbia Gasparetto

Voc sempre ganha

Quando recebi o livro Você Sempre Ganha! lembrei de uma citação que costumo levar para a vida, não lembro exatamente onde escutei, ou exatamente o que escutei, mas fala que se você ainda não encontrou a felicidade é porque o fim ainda não chegou, logo, você sempre ganha. Esse livro é bem diferente dos outros da Zíbia, ele não é psicografado, não é um romance, mas conta diversas histórias que você acaba se identificando com os personagens.

Você Sempre Ganha! traz uma série de cartas/e-mails (44 para ser mais exata) de leitores que relatam seus problemas e pedem conselhos para Zíbia Gasparetto. No primeiro momento achei que as questões levantadas tinham um teor mais espirita, ou uma resposta que fosse por esse viés, mas me enganei, as perguntas relatam problemas bem comuns do nosso dia-a-dia e as respostas são bem maternalistas.

voc sempre ganha4

As perguntas são sobre relacionamentos, mentiras, traições, negativismo, impressões, crendices, emprego e principalmente sobre amor e cuidado. As respostas são pautadas no amor e no positivismo, que todos são capazes e merecem ser felizes, que devemos erguer a cabeça e lutar por nossos sonhos, que jamais devemos nos abater por pensamentos negativos, ou nos limitar por nossos medos, podemos e vamos conseguir vencer a batalha da vida, sempre ganhamos!

O que achei bem interessante nas colocações de Zíbia é que algumas perguntas tentavam colocar a culpa em espíritos obsessores (espíritos sem desenvolvimento espiritual que possuem pessoas suscetíveis para prejudica-las), ou em trabalhos (macumbas, feitiços, bruxarias), mas suas respostas sempre descartavam essas possibilidades, aconselhava o pensamento positivo (aquele de verdade, feito de coração), que a pessoa continuassem acreditando e lutando por uma situação melhor.

voc sempre ganha3

Espiritualmente falando espíritos obsessores e trabalhos prejudicam e muito a nossa vida, mas ambos precisam encontrar uma brecha para conseguir nos atingir, se você mantem o pensamento positivo, a caridade e trabalha o amor no seu dia-a-dia, seu corpo fica fechado para esse tipo de coisa, mas se você trabalha o negativismo e alimenta o ódio, você se torna suscetível a esses tipos de ataques. Lembre-se que o bem atrai o bem e o mal atrai o mal.

As questões são feitas anonimamente, por isso o livro traz apenas um trecho do que foi exposto, em seguida a Zíbia responde levando em consideração tudo o que foi dito, o que pode ser bastante confuso para o leitor, já que as vezes ela se refere a algo que foi oculto na pergunta. Alguns pontos leva o leitor a se identificar instantaneamente com a causa, por serem comuns, outras nem tanto.

voc sempre ganha2

Confesso que os romances da Zíbia são os meus preferidos, por isso me causou um pouco de estranhamento com esse formato de livro, apesar da escrita dela ser bem envolvente, mas ainda prefiro uma boa história e seus personagens cativantes. O trabalho editorial está impecável, eu sempre me pego babando a qualidade das cores da impressão, o que já considero uma característica da editora.

segunda-feira, 18 de julho de 2016

[Divulgação] Livro História dos Jogos Olímpicos - GRÁTIS

Sediar os Jogos Olímpicos é uma grande honra para qualquer país, uma oportunidade de mostrar aos olhos do mundo o melhor que aquele local tem para oferecer, além de atrair turistas, é uma chance de conquistar investidores e assim melhorar a qualidade de vida daquele povo. O Brasil é sede das Olimpíadas 2016 e já percebemos que nem tudo são flores, mas o momento serve de inspiração para grandes projetos e pesquisas.

Hoje a editora Armazém da Cultura trouxe uma pesquisa inovadora, disponibilizou aos seus leitores o livro História dos Jogos Olímpicos, publicação inédita escrita por Aírton de Farias, historiador cearense que ganhou fama após publicar dezenas de pesquisas sobre a história do Ceará e do Brasil. A publicação conta com a apresentação do Juca Kfouri, um dos jornalistas esportivos mais famosos do Brasil.

O livro é bem detalhista, aborda desde os jogos da antiguidade até os modernos, passando pelas guerras, conflitos e ditaduras, detalhando as modalidades, os conflitos dos países e das organizações, relata a aproximação do estado dos jogos, a trajetória do Brasil nos jogos e principalmente sobre o sonho olímpico. 

Além do material riquíssimo do meu ex-professor, ou melhor, do meu eterno professor, pois sempre que preciso busco seus livros, pois sei que além de uma linguagem popular suas pesquisas são ricas em detalhes, o livro traz uma diagramação impecável. O livro está disponível para DOWNLOAD e para quem desejar colaborar com a pesquisa, pode fazer uma contribuição de qualquer valor.

sexta-feira, 15 de julho de 2016

A Espera por Dex e Em (Um Dia) - 15 de Julho


Hoje é um dia saudosista, daqueles que anotamos na agenda para não esquecer o compromisso, não marcamos hora, ou lugar, apenas prometemos que todos os anos nos encontraríamos, trocaríamos um abraço, um tapinha nas costas, um sorriso e um resumo das pequenas novidades do cotidiano. Torço para que esses 365 dias que nos distanciou tenha trazido bons ventos, brisas de alívio e principalmente alguns sorrisos. 

Lembro da primeira vez que nos vimos, foi uma noite de bebedeira, comemorávamos a formatura, enfim estavam livres da universidade e a vida exigia que fosse dado mais um passo, provavelmente ambos percorreriam caminhos diferentes, mas o encontro estava marcado. Nos anos seguintes nos encontramos no mesmo dia, as vezes apenas um aparecia, as vezes a raiva tomava conta do momento, as vezes só a mágoa, mas sempre a certeza que aquele dia trazia algo especial.

Percebi que a vida nos distanciou dos sonhos, nos obrigou a trilhar caminhos que não estavam em nossos planos, as vezes fomos obrigados a tomar medidas drásticas, esquecer tudo e seguir, mas o nosso dia sempre se fez presente. Nosso encontro trazia um resumo do que tinha acontecido, as vezes por palavras, outras por cartas e até mesmo por uma avalanche de sentimentos, meu coração ficava apertado quando percebia que precisávamos nos ver mais, nos apoiar mais, nos compreender mais.

Os últimos encontros foram felizes, podíamos emoldura-los na parede da sala e apreciar sempre que possível. Tivemos um contra-tempo no final, foi uma barra, não acreditei, queria arrancar aquela parte das nossas vidas, mas não foi possível, mudamos de plano. Sabe, aprendi que por mais turbulento o caminho possa parecer, os nossos sonhos são possíveis se nunca desistirmos. E sabe aquela sensação de deslocamento, um dia acaba, todo mundo tem um lugar, por mais escondidinho que ele esteja, a gente sempre encontra. Dex, Em, sempre espero vocês nesse dia, um dia!

*Dex e Em são protagonistas do livro Um Dia

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Respirei, respirei e só vi amarras...


Outro dia sonhei que estava em uma casa branca, sofá branco, almofadas creme, retratos de sorrisos, janelas abertas, o sol invadia e chamava para a vida. Observava as pessoas circulando pela casa, a alegria era contagiante, as conversas eram leves e o ambiente fazia as risadas ecoarem por todos os lados. Uma mão estendida me fazia um convite para participar, me guiou para o jardim, a grama era verde, toalhas estendidas, livros abertos, mesas de pic-nic.

Atravessamos a rua, os vizinhos sorriam, os cachorros latiam, a mangueira deixava a água correr, estranho seria se alguém me dissesse que não estamos em um cenário de um filme. Dobrei no beco que separava duas casas, uma creme e outra laranja, entrei na segunda, lá a risada ainda era solta e o assunto era leve, me ofereceram um lugar para sentar e um pedaço de pão. Estava assustada, só queria saber o nome desse filme. Quer ficar? Espera, aqui não tem lugar para mim.

Eu tenho uma vida lá, minhas coisas, meu mundo, está tudo lá! Eu sei, não precisa repetir que eu só estou com medo, eu admito, mas é complicado cortar as amarras, estou paralisada, estou decepcionada comigo. Não é tão fácil assim, eu sei o que devo fazer, mas não consigo, estou petrificada e a raiva só cresce sem que eu consiga me mexer. Claro que eu quero ficar, quero muito, mas... para de me questionar, eu não sei o motivo, a razão, só sei que não posso, talvez não seja digna para isso, mas eu queria poder ficar, queria, de verdade.

Me levantei e sai de dentro da casa, lá também tinha um imenso gramado que dava para a rua, observei o movimento, as pessoas me cumprimentavam, eu respondia, algumas me perguntavam se eu ia ficar, eu dizia que estava pensando, outras diziam que ia ter show na próxima semana, caso eu ficasse, é talvez eu fosse ficar. Parecia tudo tão utópico, aquilo eram férias prontas para retornar para a vida real, aliás, vocês não possuem vida real? 

É uma questão de escolha, ou você entra de cabeça e tenta ser feliz, ou passa o resto da vida preso aos medos. É uma escolha, ou fica, ou vai, aqui, ou lá, é uma escolha, qualquer um pode faze-la. Respirei, olhei para o céu e respirei, fechei os olhos e respirei, olhei para a casa e respirei, respirei, respirei. A passos vagarosos retornei para a casa, meu lugar ainda estava vazio, sentei, respirei novamente, me ofereceram pão e apontaram para o recipiente de manteiga , passei. A conversa estava séria, decidiam algo, debatiam, argumentavam, gesticulavam, é talvez não seja tão utópico assim, talvez eu consiga, é talvez se eu tentar, eu consiga. Acordei. Amarrada.

bonne nuit, bonne chance

segunda-feira, 4 de julho de 2016

[Evento] Lançamento do Livro Maliciosa - Mirela Paes

Maliciosa2

Sábado, 02 de julho, teve o evento de lançamento do livro Maliciosa da Mirela Paes, a autora bateu um papo com os leitores sobre seu trabalho, falou um pouco sobre o seu início com as Fanfics, suas referencias como Crepúsculo e Gossip Girl, o momento que assumiu a sua escrita deixando de postar como fake, o retorno dos leitores sobre suas histórias, as amizades que construiu no mundo literário e principalmente sobre Maliciosa seu lançamento pela Qualis Editora.

A autora também comentou sobre a característica comum de suas protagonistas, todas se apresentam com uma personalidade forte e empoderadas, detalhe que não foi proposital na construção dos personagens, apenas uma coincidência satisfatória entre elas e que deve ser mantido. Costumo dizer que quando escrevemos, por mais que tenha o distanciamento do autor com a obra, a história acaba pegando características pessoais, o que acaba se transformando na identidade da sua escrita, os livros da Mirela tem muito disso, as mulheres são empoderadas e essa é sua marca.

Maliciosa4
Maliciosa5
Maliciosa3
Maliciosa1

Paralelamente a autora levou uma maquiadora para mimar suas leitoras, proporcionar um momento de diva para elas, aliás a Qualis Editora divulga suas autoras como divas e ter um momento como esse no evento foi muito interessante. Depois teve sorteio de vários produtos de Maliciosa, taças, almofadas, ecobags e balinhas. Após o bate-papo teve a sessão de autógrafos.

Amei poder prestigiar o lançamento de Maliciosa, o livro já é um sucesso e tenho certeza que Ana e Matthews vão conquistar cada vez mais leitores. Parabéns Mirela pelo trabalho e simpatia, a Qualis Editora fez uma escolha muito acertada, você realmente é uma Diva!