segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Uma carta do EU do agora para o EU do futuro


Ei garota! 
Olha quantas coisas mudaram, você continua insistindo em abraçar o mundo com as pernas, mas, finalmente, aprendeu a importância de respirar nesse percurso. Sempre te observo quando você prende o ar na expectativa de parar o tempo, mas me orgulha em minutos depois você perceber que ainda não desenvolveu esse superpoder, mas o sentimento de fracasso não te preenche mais. 

Respira, garota, respira! 

O tempo. Olha como ele é traiçoeiro, aquela velha sensação de que foi ontem, mas na verdade foi há anos, também sei como isso funciona, é assustador, eu sei, mas olha em volta e percebe, ou melhor, reconhece tuas conquistas. 

Teus objetivos são diferentes dos de hoje, mas mudaram de acordo com o percurso, não foi falta de insistência, mas de senso. Às vezes colocamos algo na cabeça e insistimos, insistimos e simplesmente insistimos, nem percebemos que aquilo não faz sentido, apenas insistimos. Essa teimosia da gente cansa, maltrata e até enlouquece. 

Percebi que com os anos você aprendeu a questionar se realmente vale a pena a insistência, e não apenas questionar se insistiu de menos. Me conta: tá valendo a pena? 

Lembra do princípio: Respira, garota! 

Finalmente você aprendeu a controlar a ansiedade, aprendeu a driblar a sensação de que o mundo vai se despedaçar a qualquer momento. Era cansativa essa sensação, esse peso, lembra? As coisas parecem mais fluidas agora (no futuro), pelo menos, espero que sim, mas a leveza do tempo é uma conquista diária. 

Respira, garota, respira! 

Tenho orgulho de quem você se tornou, do que você conquistou, do seu legado, cada coisa tem o seu tempo e eu ainda estou aprendendo, mas você já incorporou esse ditado nos seus dias. Um dia de cada vez, lembra? 

O amanhã é tão distante, mas olha para você, chegou ai com alguns arranhões, mas muitas vitórias, você está onde eu desejo, trabalhou e alcançou, se reinventou, mantéu seus ideias, repensou, insistiu, e, principalmente, aprendeu a respirar. 

Respira, garota! 

Neyara Furtado Lopes

Carta desenvolvida na oficina de Escrita Criativa ministrada no Theatro José de Alencar

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

[LIVRO] O Safado do 105 - Mila Wander

Alguém me faça o favor de quebrar aquela parede, SOS! Como alguém em sã consciência consegue morar ao lado do Calvin e não pensar nas diversas formas de colocar a parede de Clarisse no chão?! Alias, como alguém consegue manter a sanidade morando ao lado do Calvin, e de suas flores, da sua comida, do seu sorriso safado e sua cueca CK.

Raissa Magalhães finalmente tinha conseguido sair da casa de seus pais, depois de longos anos economizando seu suado dinheirinho, encontrou uma casinha aconchegante abaixo do preço de mercado, com varanda ampla e a paz que sempre buscava. Além da casa, Raissa adquiriu uma vista maravilhosa, seu vizinho "moreno, alto, bonito e sensual" que gostava de aguar o jardim todas as manhãs usando uma cueca CK e segurando um regador.

As noites ainda eram mais agitadas, além do entre e sai de mulheres, MUITAS mulheres, o vizinho "conversava" com elas em alto e bom som, que dava para escutar tudo, nos mínimos detalhes, como se tivesse dentro da casa de Raissa. Ele é um absurdo! Na tentativa de pedir educadamente que Calvin baixe um pouquinho o tom, eles acabaram se aproximando.

Algumas flores são deixadas na porta da casa dela, um pedacinho do jardim dele agora fazia parte da varanda dela. Um almoço sem compromisso especialmente feito por Calvin, momento em que ela descobre que ele é ótimo na cozinha, na mesa e no jantar. Algumas frases são trocadas, o amor por Clarice Lispector faz com que eles criem uma linguagem própria.

Vamos ser sinceros, ele é uma perdição, mas não vale nem o chão que pisa. Safado confesso, não quer compromisso nem com a própria sombra, mas tem um corpinho de parar o trânsito. Como não se apaixonar por uma comida quentinha e flores na varanda? Como não fazer visitas noturnas ao Safado do 105? É muita tentação pra pouca força de vontade. 

Por trás daquele sorrisinho de quem quer aprontar, Calvin esconde um coração machucado que prefere manter as pessoas longe o suficiente impossibilitando um relacionamento de verdade, essa cara de safado indomável é uma forma de se proteger do mundo. A casa dele e de Raissa guardam diversas lembranças de sua família, o tapete e livros de sua mãe, o quintal de seu pai, a relação conturbada com seu irmão. Tudo ali é um mar de lembranças que ele está tentando não se afogar.

Talvez o que mais tenha conectado os dois, além do tesão, claro, a relação com a família. Ele um carente que deseja mais do que tudo ter uma família, o amor de uma mãe, de um pai, um almoço em família aos domingo. Ela vive essa relação de amor e ódio com a família diariamente, os almoços de sábado, as birras, as preocupações, o porto seguro.

Ele vive essa liberdade que ela tanto deseja, essa vida louca de experimentar o mundo. Ela está pronta para devorar o universo se possível, mas sem perder sua fé nas pessoas. O mais fascinante é que não é apenas um romance com cenas picantes, põe pimenta nisso, mas é perceptível o quanto os personagens crescem ao longo da história, o quanto aprendem um com o outro e com esse desejo de aproveitar a vida. 

É impossível não se envolver com o enredo, imaginar esse homem de cueca CK sorrindo para você, apurar a audição para escutar sua voz do outro lado da parede, ter vontade de abraçar quando ele deixa flores na varanda, ou esgana-lo quando ele haje como um ogro. Mila Wander tem uma escrita fascinante, uma característica louvável de suas publicações, envolver o leitor até o último suspiro, colocar ele dentro da história e fazer com que ele se sinta devorado por ela. E porque não por Calvin?!

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

[EVENTO] III FLIACE - Festa Literária da ACE


Entre os dias 26 e 30 de novembro, o Shopping Benfica recebe a III Festa Literária da Associação Cearense de Escritores, a edição traz o tema Leituras Libertárias: entre o livro e o mundo. A programação foi construída visando dar espaço as diversas vozes literárias através de bate-papos com os autores, oficinas literárias, debates, lançamentos de livros, apresentações musicais, premiações e sarau. O evento é gratuito e ocorre de 10h às 22h na Galeria Benficart.

Visando um movimento plural, as ações foram distribuídas no decorrer de cinco dias, fazendo com que o visitante consiga aproveitar a festa em sua totalidade. Na segunda e quarta teremos oficina de Escrita Criativa com o autor Mateus Lins, na terça oficina de Educação e Empreendedorismo com o Carlinhos Perdigão, na quinta oficina de Poesia com Alberto Marques, e na sexta oficina de Leitura e Infância com Kelsen Bravos.

A festa se inicia com o Encontro com a literatura trazendo ora o Marcelo Leal como anfitrião, ora a Vânia Freitas / Pardal, ora a Ivonete Moraes, ora o vaqueiro Chico Neto, ora o Luca Rocas. Diariamente também contamos com o lançamento de alguns livros, o primeiro é o Recôndito das Pérolas, de Célia Oliveira, depois o Macunaíma em Cordel, de Stélio Torquato, em seguida a coletânea Academia por Elas, da Academia Maracanuense de Letras, o livro Passeio Pelas Ruas de Mim (e de Outros), de Mailson Furtado, o livro O Cinema dos Fósseis, de Alan Mendonça. No último dia lançamento do livro Viagem no Tempo, Memórias, de Linda Lemos, o livro Cinco Inscrições da Mortalidade, fruto do Projeto 2000 e o livro Viva Apenas Sem Mim, de Maria Eduarda.

Além disso, teremos rodas de conversa com Sarah Diva, Liziane Forte e Milleide Flores falando sobre Leituras em Diálogos. Na terça teremos um papo sobre Literatura Marginal e Criminalidade com Claudio Portela, Kornellius Okwudille e mediação de Carlinhos Perdigão. Na quarta, as meninas do Selo Aliás vão debater sobre A Produção Feminina de Literatura e em seguida a Hermínia Lima, Cleudene Aragão e Socorro Pinheiro vão debater sobre O Erotismo na Literatura.

Na quinta teremos os autores Zeca Lemos, Mateus Lins, Victória Vasconcelos, Moacir de Sousa e Alexandre Almeida falando sobre Jovens Escritores: há uma nova literatura?, em seguida o Carlos Gildemar e Kelsen Bravos falando sobre A Cultura Popular: uma estranha no meio da massa. Sexta teremos uma mesa redonda com Fernanda Maria, Cyntia Kelly, Kedma Janaina, Luciano Didimo e mediação Fernângela Diniz sobre Discurso lírico infantil, metapoesia e concretismo na produção poética de Horácio Dídimo.

A cada edição a FLIACE vem crescendo e se mostrando necessária para o mercado literário local, um excelente espaço para conhecer e trocar ideias com outros admiradores das letras, debatendo e se inspirando. Aproveitem o momento e venham prestigiar os produtores locais!


SERVIÇO:
III Festa Literária da ACE
26 a 30 de novembro, das 10h às 22h.
Galeria Benficart- Shopping Benfica
Av. Carapinima, 2200 - 1º andar - Benfica
- Programação Gratuita

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

[LIVRO] Morri Para Viver: Meu Submundo de Fama, Drogas e Prostituição - Andressa Urach

Andressa1

Calma, lá! Antes de rolar a página e criticar o livro em questão, vamos com calma. Sou do tipo que gosta de dar ibope para subcelebridade, admito e não me envergonho disso (já escutei muita coisa sobre), acompanhei a internação da Andressa pelas páginas de fofoca e fiquei bastante assustada com o resultado dos procedimentos dela, logo, quando nessa semana tive a oportunidade de ler seu relato, devorei o livro em poucas horas.

Na época, ela foi acusada de divulgar as fotos de sua internação para buscar mais 15 minutos de fama, em seguida, foi acusada de entrar para a Igreja Universal para prolongar ainda mais esse momento de destaque nos jornais. Sinceramente, não me interessa, só ela sabe se a noite ela deita a cabeça no travesseiro com tranquilidade, ou não. Porém, com todas as especulações sobre, temos que validar o alerta dos perigos dos procedimentos estéticos.

Andressa4

Vamos do início, a Andressa Urach ficou conhecida por ter um casinho com o Cristiano Ronaldo, o jogador de Portugal, foi notícia nos tabloides mundiais. Depois participou do reality A Fazenda, da Rede Record, protagonizou um dos barracos mais emblemáticos do programa e nadou nua na piscina durante a última festa da edição. Antes disso tudo, pousou para revistas masculinas, virou vice-miss bumbum, foi prostituta de luxo, viajou o mundo para atender clientes.

Durante essa busca incansável por fama, ela realizou diversos procedimentos estéticos, desde a implantação de prótese de silicone nos seios, até a aplicação de hidrogel, substância que promete efeito imediato. Durante o reality era notável o efeito nocivo que a substância estava fazendo em seu corpo, ao lado de seus joelhos era possível ver duas bolas se formando, local onde a substância escorreu e se alojou.

Andressa3

Além das dores insuportáveis, a Andressa foi parar no hospital com SEPSE, uma infecção gravíssima que se espalha por todo o corpo, passou quatro dias em coma, foi submetida a diversos procedimentos cirúrgicos na tentativa de limpar o foco da infecção (suas coxas, onde estava o hidrogel), a família foi desacreditada e parecia que estava tudo acabado. 

Nesse período, ela recebeu diversas visitas dos pastores da Igreja Universal, seu irmão frequentava o templo. Sua mãe orava sem parar pedindo a recuperação da filha. Andressa em coma, teve duas experiências extra corpórea, viu a morte vim lhe buscar duas vezes e nas duas lhe deram uma segunda chance. Após sua recuperação entrou para a Igreja Universal, onde prega até hoje.

Andressa2

Confesso que esperava mais do livro, mais histórias, mais detalhes (não estou me referindo aos nomes que foram ocultados), que ele fosse bem mais pesado, mais denso, afinal o livro fala sobre pedofilia, ganância e o mundo da prostituição. As histórias são bem superficiais, são citadas para falar a verdade, senti falta de seus pensamentos mais primitivos, dos seus sentimentos.

O enredo se prende muito aos pontos em que suas ações chamaram a atenção da mídia, mas sem se aprofundar nos relatos, ela não cita, por exemplo, o boato que ela estava em abstinência quando participou da A Fazenda, por isso estava tão enlouquecida. A história é contada de forma racional e não emocional, mas vale o super alerta sobre o perigo de fazer tudo pela vaidade, ela enfrentou uma barra gigantesca no hospital e ninguém pode duvidar disso. 

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

[DICAS DO CORAÇÃO] Clubes de Assinatura de Livros

A exclusividade dos Clubes de Assinaturas é bem recente, a ideia de um produto personalizado, pensado e planejado especificamente para cada consumidor, faz com que o ato da compra seja mais prazeroso e pessoal, mesmo que o objeto seja uma surpresa, tendo o risco de agradar ou não o consumidor. Aliás, essa surpresa e a exclusividade que atrai os assinantes.

Os clubes focados nos leitores surgiram na década de 80, porém não tinham o elemento surpresa, os associados recebiam um catálogo por Correios, realizavam as suas escolhas e esperavam mensalmente serem entregues. O Círculo do Livro produzia edições para colecionadores, versões que são encontradas até hoje nos sebos.

Hoje temos diversos clubes de assinatura que são literários, todos os meses um livro diferente escolhido especialmente para o perfil de seus assinantes, com direito a capa exclusiva, informativos especiais e objetos que ajudam a ambientar o enredo. Separei 5 clubes para vocês conhecerem, mas me conta: Qual o seu clube favorito? 

TAG - Experiências Literárias
Talvez seja o clube de assinatura mais conhecido entre os leitores atualmente, além da publicidade massiva e as parcerias de peso, a TAG traz a premissa da exclusividade com tiragens limitadas e capas especiais, sem contar os mimos que trazem um toque especial a leitura. 

Quem é assinante da TAG Curadoria, recebe todos os meses um título escolhido por grandes nomes da literatura, como o cronista Luis Fernando Veríssimo, capa dura e exclusiva, informativo sobre o autor e a obra, marcador de páginas, box colecionável e o mimo literário. A assinatura anual custa R$55,90 + Frete - ASSINE AQUI.

A TAG Inéditos já traz os best-sellers que são inéditos no Brasil, títulos com a linguagem mais moderna e dinâmica. Os associados recebem um kit com o livro em brochura, marcador de páginas e informativo sobre a obra. A assinatura anual custa R$39,90 + Frete - ASSINE AQUI.

Turista Literário
Além de viajar na leitura, o clube propõe uma viagem sensorial do destino escolhido, garantindo um passeio completo. Os associados recebem um livro que foi lançado até 45 dias antes das inscrições da caixinha do mês, acesso a uma playlist exclusiva para assinantes, um objeto que foi materializado da história, um cheiro ou sabor que remete ao destino escolhido, um guia de viagem, um souvenir e o selo para anexar ao passaporte literário. A assinatura anual custa R$71,90 + Frete (R$15,00) - ASSINE AQUI.

Clube Skoob
Acredito que todo leitor mantem um diário de leitura no Skoob, pelo menos, se não tem deveria ter, mas a grande novidade é que eles possuem um clube de assinatura também. Os associados vão poder receber um livro surpresa e de 1 a 5 brindes relacionados a temática do livro, ou ao mundo literário. A assinatura custa R$59,90 + Frete (R$17,90), ou você pode optar pelo clube especial que custa R$89,90 + Frete (R$17,90) - ASSINE AQUI.

Intrínsecos
O clube de assinatura da Editora Intrínseca traz a proposta de uma espécie de pré-lançamento, livros que serão disponibilizados pela editora chegam primeiro para os assinantes, porém em edição exclusiva com capa dura e colecionável, marcador de páginas, folheto informativo e brinde surpresa. A assinatura anual custa R$49,90 + Frete (R$10,00) - ASSINE AQUI.

Clube Vida & Consciência
Esse é ideal para quem gosta de livros espiritas, o clube de assinatura da Editora Vida & Consciência oferece material exclusivo, marcador de páginas e a opção de um ou dois livro por mês, sem contar que o frete é grátis para todo o Brasil. A assinatura de um livro custa R$27,90 e de dois livros R$46,90 - ASSINE AQUI.

sábado, 29 de setembro de 2018

[HQ] Melaço

Sete histórias. Sete romances. Sete traços. Melaço é um projeto que surgiu em 2016 e foi financiado através do Catarse, plataforma de financiamento coletivo. Um grupo de ilustradoras se uniram para dar vida a sete romances de garotas apaixonadas, cheias de desejos, medos e muito amor. São histórias curtinhas e independentes, a narrativa se difere de acordo com o olhar de cada autora.

A primeira história é de Manu Negri, Talita Régis e Lita Hayata, entre traços finos e delicados, LDR traz a história da saudade de duas garotas, seus pensamentos sabotadores e a redenção. P&T é um amor, o enredo de Aline Lemos traz a descoberta de um flerte, assim, meio por acaso, uma pista, uma iniciativa. Ambas histórias estão disponíveis para leitura on-line AQUI.

Em seguida temos Bruna Morgan (Universo em Bolha de Tinta) com Eu gosto de você secretamente. Os traços são mais grosseiros e sem tantos detalhes, o quadrinho não é estruturado de forma tradicional, as marcações são feitas através dos balões de fala. Além da história ser envolvente, um amor mantido em segredo, me apaixonei pela forma que a autora conduz o enredo, a contagem de tempo, as emoções. Confesso que foi a minha grata surpresa no projeto!

Crushes de Dani Franck traz uma identificação imediata, quem nunca curtiu aquela bandinha de garagem, uma noite cheia de flertes e o sonho de conquistar bem mais do que a sociedade te oferece. Com traços angulares, podemos acompanhar a conquista de uma menina e de um sonho. Carta de Mtika e Lita Hayata é delicado, é sublime. A declaração de um amor, seus sentimentos mais sinceros, seus desejos, mas a única coisa que importava é encontrar seus olhos novamente.

Jujuqui é o ponto fora da curva, por enquanto os outros enredos são melosos, envolventes e banhados de sentimentalismo, Sangue, suor e lágrimas - Caem as máscaras é o furacão no meio da calmaria. É intenso, é devastador, não tem meias palavras, não tem romantismo, só tem paixão e muito tesão. Uma quadrilha de mulheres prontas para assaltar um banco, mas ninguém imagina qual o ponto de virada. Chegamos a minha segunda grata (e intensa) surpresa do projeto!

Por fim, temos o enredo mimoso de Dika Araújo, Domingo tem macarrão é sobre aceitação, como um novo relacionamento pode impactar na vida dos filhos, como essa nova pessoa vai ser aceita e inserida naquela casa. Um amor, podemos dizer que é uma ótima definição para o conto. Simplesmente apaixonada pelo projeto!