quinta-feira, 3 de março de 2016

A Guerra dos Mundos - O Pânico da Invasão Alienígena


Uma das histórias mais aterrorizantes e curiosas sobre a invasão de extraterrestres aconteceu em 1938, ano anterior ao início oficial da Segunda Guerra Mundial, hoje o caso é lembrado como uma situação curiosa pelo erro de comunicação que provocou pânico em cerca de dois milhões de pessoas, época em que a população já estava aterrorizada devido os desfechos políticos que se encaminhavam a mais uma guerra. 

Na época o rádio era o único meio em que todos se informavam, as famílias se reuniam em volta do aparelho para escutar as últimas notícias e os programas de entretenimento, não foi a toa que o programa dirigido por Orson Welles foi tão devastador aos ouvintes do programa. Era Dia das Bruxas e a programação ia ser especial, a radionovela ia ser uma adaptação do enredo de H. G. Wells, o clássico Guerra dos Mundos, a história que relata a invasão violenta de extraterrestres.

O clima de boletim de notícia foi usado para ambientar o enredo, porém o que a produção não esperava é que os ouvintes que não tivessem escutado o aviso de que era apenas uma ficção, acreditassem piamente que era uma notícia real provocando desespero generalizado de pessoas buscando abrigo para se salvar da possível invasão de aliens. Esse mal-entendido é debatido até hoje como um exemplo sobre o poder da mídias de massa na população.



A Guerra dos Mundos teve duas adaptações para o cinema, a primeira em 1953 e outra em 2005, porém antes teve duas tentativas fracassadas de adaptação, uma dirigida por Alfred Hitchcock e outra de Cecil B. DeMill. O filme de 1953 que recebeu o Oscar de Melhores Efeitos Especiais, virou uma produção de referencia para a época, alguns países citavam o filme como uma previa do apocalipse. 

O filme de 2005 foi dirigido por Steven Spielberg e estrelado por Tom Cruise, apesar de ter sido sucesso das bilheterias, o filme não recebeu nenhum Oscar. A adaptação mostra um estivador divorciado que mantem uma relação distante de seus filhos, a sua ex-mulher pede que ele cuide das crianças por alguns dias, época em que ocorre a invasão alienígena e a derrota do exercito americano, fazendo com que ele lute para proteger os filhos e reencontrar a ex-mulher em Boston.


Além dos filmes teve a série War of the Worlds que é uma espécie de continuação da primeira adaptação, a série teve 2 temporadas, 43 episódios e foi exibida de 1988 a 1990. Curiosamente a série foi idealizada pelo produtor da primeira adaptação cinematográfica, George Pal, porém ele não conseguiu finalizar a produção dos episódios. O enredo começa com a descoberta que os alienígenas não foram mortos, que o governo escondeu os corpos em diversos locais dos EUA (alguns desses lugares existem para pesquisa espacial e segundo as lendas existem ET's presos lá) e o governo convenceu a população que o ataque nunca existiu, porém os aliens acordam e dominam alguns humanos reavivando o clima de guerra.

É interessante perceber que apesar do enredo ser de 1898 ele continua bastante atual, a população continua assustada com esse possível apocalipse, o governo continua escondendo as provas de vida fora da terra e os cientistas continuam pesquisando para provar que SIM, não estamos sozinhos!


Um comentário:

  1. Oie...
    Achei super interessante esse post! E fiquei imaginando aqui como deve ter sido aterrorizante para as pessoas que acreditaram piamente nas informações rsrs...
    Isso só mostra a força que as mídias tem.
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir