terça-feira, 20 de março de 2012

3 Cromossomos no Par 21


Amanhã é o Dia Internacional da Síndrome de Down, ou a Trissomia do Cromossomo 21, data escolhida devido o acidente genético que alterou um dos pares de cromossomo da célula humana, mais necessariamente o par 21, que deixou de ter 2 cromossomos e passou a ter 3. Tal alteração esta associada a algumas dificuldades de habilidade cognitiva e desenvolvimento físico, causando um retardo mental, e aumentando as possibilidades de ter algumas doenças, devido a baixa imunidade e o desenvolvimento. A síndrome não tem cura, até pq não é uma doença e não deve ser tratada como.


Apesar da facilidade em acesso a informações, as pessoas ainda tratam a síndrome como uma doença, ou como algo digno de pena. Apesar do atraso no desenvolvimento, a maioria dos Down (a maioria porque alguns possuem o desenvolvimento muito comprometido devido o cromossomo) conseguem ter uma vida social bem saudável, praticam esporte, se comunicam, trabalham, namoram, como qualquer outra pessoa. Permitir com que tais pessoas façam parte da sociedade, além de ajudar em seu desenvolvimento, é do direito delas. Devemos acabar com os mitos, principalmente os que só ajudam no preconceito, como o fato deles serem agressivos, ou carinhosos, ou não possuírem sexualidade, muitas vezes o nosso comportamento que induz certos comportamentos.


Eu nunca tive convívio com alguém com Down, o mais próximo foi um vizinho que adorava contar piadas, por isso não me acho a melhor pessoa do mundo pra dizer que "não é o fim do mundo", mas me acho no direito de dizer que as barreiras estão diminuindo, muitos famosos estão fazendo com que as pessoas falem sobre o assunto devido seus filhos, como o jogador Romário, o guitarrista Marco Túlio, o publicitário Roberto Justos. A mídia já ta abrindo espaço pra eles, exemplo são algumas novelas, filmes, e agora o filme Colegas de Marcelo Galvão. Então, aproveite o dia e renove suas ideias. Inclua! Ser diferente é normal, sim! ;D

Trailer do filme Colegas (só achei em inglês, apesar de ser brasileiro)


Vídeo promocional do filme Colegas

"Devemos olhar as pessoas com Síndrome de Down em sua singularidade, para que possa ter um pleno desenvolvimento enquanto sujeito." - Fonte

6 comentários:

  1. oiee,
    adorei o post, muito esclarecedor.
    É muito bom saber que está cada vez mais aumentando a conscientização, de como tu dissestes, de que não é o fim do mundo ter ou conviver com alguém que tenha a sindrome.
    boa semana
    ;*

    ResponderExcluir
  2. lindo post! até indiquei no meu blog! Quero assistir o filmeee! bjos

    ResponderExcluir
  3. Você esqueceu de creditar as fontes.
    A terceira foto foi feita para a matéria: "Mamãe é down" com texto de Solange Azevedo
    e fotos minhas.
    http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI11982-15228,00-MAMAE+E+DOWN.html

    Obrigado

    Rogério Albuquerque
    www.rogerioalbuquerque.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpa o ocorrido, mas peguei as fotos no Google e estavam sem crédito. Já creditei ;D

      Excluir
  4. Olá! tô passando pra avisar que o seu blog está sendo citado num post do meu blog.
    Dá uma passadinha por lá pra conferir ;)
    www.bugigangazdanet.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Muito bom ver um post com esse assunto. E o melhor de tudo foi você destacar que NÃO é uma doença. Muito bom. A sociedade deveria se envergonhar dos mitos que espalha por aí.

    ResponderExcluir