quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

[LIVRO] O Segredo do Anjo de Pedra - Cristina Cimminiello

A primeira forma de um livro ser devorado é através da capa, a composição, as cores, a textura, parece que estamos diante de um apêndice da história principal, uma parte em que o leitor fica livre para criar e imaginar o que está por vim. O Segredo do Anjo de Pedra me fez ter essa sensação, viajei imaginando o que aquela capa tão simples tinha para me dizer, quais mistérios aquela estátua guardava, o que eu poderia esperar daquele enredo. Senti NECESSIDADE de devorar o livro!

Mônica Burn está de volta ao Brasil, o mistério da morte de seus pais ainda lhe perturba, após ser diagnosticada com uma doença degenerativa em que aos poucos vai perdendo a visão, ela precisa encontrar respostas sobre sua origem, antes que tudo vire escuridão. Quando pequena, foi levada para Nova York por seu tio, após o incêndio que lhe deixou órfã, nunca recebeu noticias de sua família.

Um escritório de advocacia é contactado para ajudar nas buscas de Mônica, profissionais especializados iriam dar um norte mais preciso por onde seguir, e que caminho tomar. Algo soava estranho nas informações encontradas, alguém estava atrapalhando a investigação e impedindo que ela soubesse a verdade. Receoso, Eric vai até o Brasil ajudar sua namorada Mônica, quem sabe seus contatos como investigador em NY pudessem ajudar no caso.

O enredo é envolvente, te faz mergulhar na história e te deixa ansioso para ler as próximas páginas. Os mistérios vão sendo desvendados, outros assuntos inacabados vão aparecendo, pessoas que se mostravam ser amigas se revelam falsas, outras no entanto, se mostram  fieis companheiras. É impossível não torcer para que algumas identidades sejam reveladas.

O Bud é uma paixão a parte, o cão-guia de Mônica rouba a atenção de todos os personagens, inclusive dos leitores, sempre ágil e protetor, ele está disposto a enfrentar qualquer coisa para proteger sua dona. Interessante como a autora deu destaque para a lealdade e o faro certeiro dos animais, afinal, quem duvida que eles são os nossos amigos mais fieis?!

Falando em amigos, Mônica conseguiu conquistar a lealdade de diversas pessoas que iam aparecendo no decorrer do enredo, cada uma continha uma informação importante para a resolução do caso, eram essenciais para que no fim o mistério fosse solucionado. Algo que me incomodou foi a forma que os relacionamentos foram acontecendo, diversas vezes parecia bem forçado e nada natural, como se aquilo fosse a razão da existência de cada um deles e não apenas uma parte.

A leitura de O Segredo do Anjo de Pedra traz diversas reflexões para o leitor, como a importância de se valorizar as amizades, que a verdade sempre vem a tona, que quando se faz o bem, também atraímos o bem. Apesar do ruido na forma que os relacionamentos foram construídos, a leitura é bastante recomendada para quem gosta de histórias leves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário