domingo, 30 de outubro de 2016

O Candidato Amigo do Povo - Confirma!


O assunto que invadiu as nossas vidas nesse mês foi o tal do segundo turno, as feituras do candidato A, as promessas do candidato B e a torcida do tanto faz, seja A, B, nulo, branco, ou sei lá, porque tanto faz. No começo do Séc XX um candidato amigo do povo foi eleito vereador de Fortaleza, um retirante que veio para a capital fugindo da seca de 1915 e que logo ganhou a simpatia local.

Nessa época eu sempre lembro dessa figura icônica, o candidato que chegou na capital e a família teve que vende-lo para poder ter como sustentar aquela nova vida. Um empresário americano fez questão de compra-lo, mas travesso como era o candidato fugiu e ficou perambulando pela cidade, conheceu escritores, fez amizade com a alta sociedade, virou a figura estimada de todas as rodas de conversa.

Uma bela dose de cachaça era sempre bem-vinda, o convite para aquele drink era indispensável. Todos os dias ele fazia o mesmo trajeto, passava pela praia, próximo ao Mercado dos Peixes e vinha andando até o centro, parava para bater um papo na Praça do Ferreira, ponto de encontro das figuras mais importantes da época, onde discutiam os assuntos mais polêmicos da cidade.

Amigos ele tinha em toda parte, dizem as más línguas que vários casamentos foram desfeitos por causa dele, era um paquerador e as damas estavam sempre dispostas a trocar um carinho com o candidato. Até que uma lei local foi imposta e todos os animais vistos no meio da rua iam ser apreendidos e o dono iria pagar uma multa, afinal a capital estava passando por uma limpeza.

Lutar contra aquela lei absurda fez com que ele fosse eleito o vereador de Fortaleza, figura tão importante que seu corpo foi embalsamado e exposto no Museu do Ceará. Detalhe que ele nunca foi candidato, mas como o voto era de papel, quem se importava. Celebridade ele se tornou e tão importante que era, um visitante do museu arrancou parte do seu corpinho para levar de lembrança.

Ah, devo ressaltar que a história é verídica e nenhuma virgula inventada, visite o Museu do Ceará que estará na sala vermelha o corpinho do Bode Ioió (animal), o nosso vereador eleito pelo voto manipulado. Fazendo a conexão rápida com a política atual: o tal amigo do povo continua sendo eleito trazendo um plano de governo egoísta, o povo continua sendo enganado e aceitando calado o que eles querem fazer com a gente, afinal, tanto faz, mas será mesmo que tanto faz?

#aLUTAcontinua

Um comentário:

  1. Política é um assunto complicado. Acho que o povo é enganado por culpa dele mesmo. A população não gostando e não se interessando por política, só deixa margem para ser enganada. Uma pena.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir