domingo, 23 de outubro de 2016

[Cinema] Perigos da Mente | Perigos da Rede

Aproveitei o domingão para assistir filminhos, mas minhas escolhas não foram tão felizes assim, escolhi dois suspenses com a pegada mais psicológica, porém ainda estou esperando a grande virada nada previsível que iria levar o título as cabeças. Aos amigos que adoram indicar longas memoráveis, por favor não esqueça de deixar uma listinha nos comentários, faço questão!

PERIGOS DA MENTE
Após ter sido sequestrada, Emily Moore vive o medo de que o maníaco ataque novamente, a investigação da polícia não apontou nada conclusivo e para evitar mais pânico ela se afastou dos holofotes recusando diversos trabalhos como atriz. Tentando relaxar Emily e o marido, Richard, viajam até uma ilha do Mediterrâneo buscando um pouco de paz.

A casa é invadida por Sarah, uma jovem que viu seu namorado cair de um precipício e precisa de ajuda urgentemente. Emily acha uma péssima ideia manter aquela estranha dentro de casa, mas Richard é psicólogo e acha que a sua obrigação é ajudar a garota.

O enredo vai se desenrolando na medida que Emily começa a ter surtos e Richard tenta convence-la que o que ela está vendo é só reflexo de sua mente traumatizada. O fim é totalmente previsível, mas inconclusivo, algumas pontas ficaram soltas e muitas perguntas ficaram no ar. Odeio quando os personagens não criam aquele laço afetivo com o público, a Emily não cresceu no decorrer da história, o Richard é um dissimulado e a Sarah uma sonsa. Tantas possibilidades, mas nenhum sucesso.



PERIGOS DA REDE
História baseada em Thomas Montgomery, um maquinista de 47 anos que mata o colega de trabalho por ciúmes. Tommy é a identidade virtual de Thomas, um fuzileiro naval que joga poker para aliviar o stress, em uma dessas rodadas ele conhece Jessi tallhotblond, uma jovem virgem cheia de fotos provocantes.

O casamento de Thomas não é mais o mesmo, a paixão acabou e a relação está por um fio, Tommy se torna o seu refúgio, o sexo virtual faz com que ele se sinta jovem de novo e capaz de tudo. Porém as coisas começam a se complicar quando o virtual e o real se misturam e a relação passa a afetar, não só o seu casamento, mas o seu trabalho.

Apesar do enredo interessante, o filme é lento e cansativo, a crise de meia-idade de Thomas acentua o seu lado doentio e tolo. O final é surpreendente e um tanto quanto questionável, será que depois de todas as mensagens trocadas e as provocações apenas um é o culpado? O romance aconteceu nos EUA em 2006.


Um comentário:

  1. Oie, quanto tempo que eu não aparecia por aqui xD
    Não conheço esse filme, não sei se é bem meu estilo, mas gostei de saber um pouco mais. Quem sabe dou uma chance :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir