terça-feira, 16 de agosto de 2016

[Livro] O Lado Bom da Vida - Matthew Quick

o lado bom da vida

Aquela passada rápida pela biblioteca me fez levar para casa o grande sucesso literário com cara de filme, mas não se engane pensando que sempre desejei fazer essa leitura, só escutava falar o quanto o livro era apaixonante, mas o cúpido ainda não tinha me flechado, até que no meio de prateleiras e mofo Pat Peoples me lançou uma piscada, me levou para o porão de sua casa e entre pesos e halteres me contou a sua história de como ele e Nikki estavam passando um tempo separados.

O tempo separado foi o grande motivo para levá-lo ao lugar ruim, um hospital psiquiátrico que lhe dopava e falava sobre Nikki de forma cruel, mas ele estava se esforçando para ser um homem melhor, quando eles tivessem juntos novamente ela perceberia a sua grande mudança, os quilos que perdeu, os livros que leu e principalmente o homem gentil que tinha se transformado.

o lado bom da vida 3

Após longos anos Pat sai da clínica e volta a morar na casa dos pais, sua mãe está totalmente comprometida em ajudar no tratamento do filho, mas seu pai se nega a falar com ele. O sotão da casa foi transformado em uma academia particular, assim Pat poderia continuar fazendo a sua série de exercícios de 10 horas, vestindo um saco plástico para ajudar a perder peso mais rápido.

Pat estava tentando voltar a sua rotina normal, mas todos em volta estavam cheios de dedos, ninguém falava sobre o lugar ruim, ou mensurava quanto tempo ele ficou preso lá dentro, as fotos do casamento com Nikki simplesmente sumiram e ninguém ousava falar sobre o que tinha acontecido. Todas as sextas, as 15h, Pat tinha um encontro marcado com o terapeuta, toda sessão ele escolhia entre a poltrona preta, ou morram, dependia do seu humor.

o lado bom da vida 4

As sessões ajudam a colocar um pouco de ordem na cabeça de Pat, ele tinha perdido a noção do tempo e apagado o que realmente tinha acontecido para Nikki ir embora, a única coisa que ele sabia era que o sax do Kenny G provocava rompantes violentas em sua cabeça e uma dor visceral em sua cicatriz, que alias ele nem sabia onde tinha conseguido.

Tiffany é a irmã da mulher do seu melhor amigo, em um jantar casual faz com que os dois percebam que possuem algo em comum, muito mais do que a lista de remédios antidepressivos e o fato de todos acharem que são loucos. Ela perdeu um marido e ficou viúva, mas ninguém pode falar sobre isso. Ela perdeu o emprego, mas também ninguém pode falar sobre isso. Ela voltou a morar no anexo da casa dos pais, mas ninguém pode falar sobre isso. Todos fingem que tudo está normal, mas não está.

A história vai se desenrolando junto com o campeonato de futebol americano, o estádio que frequentava não existe mais e a escalação dos jogadores  mudou por completo, ele ganhou do irmão a camisa oficial com o nome da grande aposta do time, mas apesar de ser uma tradição da família assistir aos jogos, algo estava fora do lugar. Sua mãe continuava preparando os bolinhos de caranguejo da sorte, seu pai mantinha as mandingas, seu irmão sempre aparecia, mas um lapso de tempo era inexplicável, na dúvida todos gritam E-A-G-L-E-S Eagles!

O lado bom da vida 2

Essa obsessão do Pat com a Nikki é doentia, ele coloca ela em um pedestal como se ele tivesse que se curvar para ser bem aceito, achei sensacional o desfecho que o autor deu para essa loucura, o modo como ele se curou e que usou o tempo certo para isso, usou todos os argumentos de forma bem natural, nada foi forçado. Claro que a obsessão dele por futebol deixa a leitura um pouco chata, mas graças a esse elemento temos diversas cenas hilárias.

Imaginei um livro com mais romance e com um final previsível, mas li um enredo focado na obsessão, na loucura em diversas formas e no tempo, o que eu eu achei mais sensacional foi a ideia de tempo, o "vamos dar tempo ao tempo" e tudo vai retornando ao seu lugar. O autor segurou os mistérios de forma magnifica, aqueles segredos selados que só o leitor não "escutou", o observador presente. Leitura recomendada!



domingo, 14 de agosto de 2016

[Divulgação] Coletâneas Darda Editora - INSCRIÇÕES ABERTAS

Hoje eu trago mais uma seleção de coletâneas publicadas pela Darda Editora, uma ótima oportunidade para tirar aquele texto esquecido da gaveta, aqueles versos do canto do caderno, aquela rima do pedaço de papel e deixar que o mundo os conheça. As inscrições já estão abertas e você já pode mandar seus escritos para a temática que mais lhe agradar, só não perca essa oportunidade ;)


POEMAS 10!
Poemas 10! é um projeto novo e fixo, sob organização exclusiva de Fernanda Mothé Pipas, pedagoga, colega poetisa, há muito escritora do conhecido Recanto das Letras, autora dos livros Mar de Amor em Ondas de Poesia e A Tagarela, e gerente editorial desta casa. Esta coletânea visa, em período bimensal, reunir 10 talentosos poetas/poetisas em suas edições em uma seleção livre e também muitíssimo especial, como os outros projetos da Darda Editora.

- Organização: Fernanda Mothé Pipas
- Informações: fernandamothe@dardaeditora.com.br
- Inscrições abertas até 30.08.2016


MEU PEQUENO GRANDE LIVRO
A Darda Editora convida a conhecer e participar do projeto Meu Pequeno Grande Livro, com idealização e organização do autor Davi Paiva. Para tanto, basta, por favor, ver o regulamento. Caso tenham dúvidas, vejam o item 14 do edital.

- Organização: Davi Paiva
- Edital: AQUI
- Inscrições abertas até 01.10.2016




AMORES PLATÔNICOS
Poetas e poetisas, esse projeto particular convida vocês a libertarem a inspiração e nos encantar com a beleza dos versos oriundos da alma e do coração.

- Organização: Marcelino Taveira da Silva e Natália Quintela;
- Acesse o EDITAL
- Inscrições abertas até 15.09.2016



POESIA CONCRETA BRASILEIRA
O organizador José Vicente Neto e a Darda Editora convidam a soltar o Poeta Concreto que habita em você e enviar seus poemas para esta coletânea.

- Organização: José Vicente Neto
- Acesse o EDITAL | Ficha de inscrição: AQUI
- Inscrições abertas até 03.09.2016