sexta-feira, 27 de maio de 2016

[Livro] A Força do Destino - Mônica de Castro e Leonel

a fora do destino

Vez ou outra me deparo com pessoas que me causam mal estar, pessoas que eu mal conheço e já causam repulsa, sentimento sem razão, sem justificativa, mas eu sempre fico me questionando o motivo de tal sensação, será só aquela pulga atrás da orelha de momentos que podem acontecer, ou é só um reflexo do que aconteceu em um passado esquecido. Sou muito ligada as mensagens que o universo envia constantemente, mas ainda tenho que aprender a dar a devida importância para esses avisos e passar a evitar certas coisas.

Alicia é assim, cheia de implicância com Tomas, amigo e companheiro de trabalho de seu pai, um médico renomado que passou anos morando fora do Brasil. O mal estar é imediato, bastou a primeira troca de olhares para saber que aquele homem tinha muito o que esconder, mas o que ela ainda não sabia. Celso por outro lado sabia exatamente o segredo que seu companheiro de trabalho guardava, mas jamais suas filhas, Alicia e Denise, e sua esposa, Eva, poderiam descobrir a verdade.

a fora do destino2

Aquela situação já estava ficando uma loucura, Alicia não queria nem saber de Tomas, mas sua irmã mais nova, Denise, estava perdidamente apaixonada por ele, Juliano achava que essa implicância era só consequência da pressão que ela estava sofrendo por não conseguir engravidar, o casal tinha feito todos os exames, mas nada impedia a realização desse sonho. Para completar Alicia começava a sonhar acordada, literalmente, do nada ela via e conversava com Jaqueline, porém Jaqueline não existia, pelo menos não naquele plano.

Jaqueline é uma garota castigada pela vida, violentada pelo padrasto, odiada pela mãe, seu único refúgio de carinho é o irmão mais novo Maurício, é por ele que ela luta todos os dias por um futuro melhor. Após a morte inesperada de sua mãe e os abusos se estenderem ao seu irmão, Jaqueline e o irmão fogem para o Rio de Janeiro em busca novas oportunidades, porém o destino resolve judia-la novamente, sem opção ela passa a se prostituir para sustentar o irmão.

a fora do destino3

Uma oportunidade era tudo o que ela queria, foi quando Lampião, seu cafetão, apareceu com uma proposta inesperada, Lafayete, um político que luta pelos direitos da família, queria uma nova prostituta para satisfazer suas fantasias, alguém exclusivo e que tivesse um ponto fraco. Cezar intermediava essa conversa, era ele que abafava o caso para a imprensa não descobrir, principalmente a mulher do deputado, mas ele acabou se transformando no anjo de Jaqueline.

As aparições começaram a ficar constantes, Alice e Jaqueline queriam entender o que estava acontecendo, a comunicação era feita em uma fusão de planos separados por centenas de anos, mas uma tinha muito o que revelar sobre a outra, os segredos e os livramentos estavam presentes, mas como ajudar se elas não tinham controle sobre aquele fenômeno.

a fora do destino4

Eu simplesmente AMEI esse livro, a história me prendeu do começo ao fim, a história de Alice é bem mais calma porém cheia de mistérios, da Jaqueline é cheia de ações e lágrimas, com os capítulos alternados faz com que o leitor fique naquela montanha-russa de sentimentos e estingado a continuar e nem vale aquela técnica de pular os capítulos para saber o que vai acontecer com um personagem especificamente, mesmo quando o capítulo era de uma, você conseguia descobrir muitas coisas sobre a outra e assim a história foi sendo construída e entrelaçada.

Nunca tinha lido os livros da Mônica e do espirito Leonel, mas fiquei apaixonada pela maneira que a história é narrada, apesar das cenas fortes é possível sentir a raiva, o nojo, mas sem sentir repulsa pelo livro, a vontade é de ler e torcer para que a justiça seja feita. A diagramação e a capa estão simplesmente sensacionais, amo o tamanho da fonte e as cores vivas que a editora usa em suas publicações. Que venha mais leituras tão empolgantes quanto esta! Que venha mais leituras tão estingantes como esta! QUERO devorar mais publicações da autora!

Nenhum comentário:

Postar um comentário