terça-feira, 6 de outubro de 2015

Burlar um Mundo Cansado de Sofrer - The Global Goals


Ontem no trajeto para o trabalho, um rapaz começou a vender kits de canetas e lanternas para ajudar a Instituição Manassés, uma casa de recuperação e tratamento para adictos, após alguns minutos falando sobre como o vício destruiu a sua vida e como está sendo a sua recuperação, ele começou a questionar o motivo de ninguém prestar atenção, pois o que ele relatava era algo positivo, porém as pessoas só queriam falar sobre corrupção, traição, mortes. Ele começou a questionar o motivo das pessoas darem mais atenção as coisas ruins e simplesmente esquecerem as coisas boas. Então cheguei na minha parada e não escutei o final de seu discurso.



Hoje no mesmo ônibus um cara tentou abrir a minha bolsa, olhei bem pra cara dele que desviou o olhar, olhei para o seu tênis de marca, para o jeans, para a gola polo que não custou menos de R$50,00 e voltei a encarar ele, mais uma vez ele desviou o olhar, continuei brincando de quem "arrega" primeiro, mas ele não estava afim de brincar. Então cheguei na minha parada e não vi onde ele descia, pra onde ia, o que fazia.



No dia 25 de setembro a ONU lançou as 17 metas globais para alcançar 3 objetivos em 15 anos: Erradicar a pobreza extrema; combater a desigualdade e a injustiça; conter as mudanças climáticas. Para o objetivo ser alcançado, além das grandes mudanças precisamos nos mobilizar para os pequenos atos, mas que sendo feito em conjunto se torna algo surpreendente. Prestar atenção no que está acontecendo de negativo no mundo é muito importante, até mesmo para mantermos o senso crítico, mas olhar para os diversos trabalhos positivos que estão sendo feitos é recompensador. Observar e ajudar a combater a desigualdade social e assim dar uma base firme para que ninguém sinta necessidade de "roubar" é fundamental, mas manter a dignidade e não tentar burlar o sistema só porque é "facim" é essencial. 



A principal mudança começa com cada um, desde uma renovada nos pensamentos e apontamentos, até o arregaçar as mangas e realmente fazer algo. Gostei muito da participação do Porta dos Fundos na campanha, o retrato bem humorado de situações comuns e totalmente erradas do nosso cotiano que muitas vezes passam desapercebidas do nosso olhar crítico, vale a reflexão! - The Global Goals.

Quais as metas mais importantes para você?

Nenhum comentário:

Postar um comentário