sábado, 25 de fevereiro de 2012

[Livro] Senhora Liberdade - Márcia A. Canivello

Quando eu vi essa imagem, suspirei alto e sinti aquele desejo de sentar nessa varanda e ler um bom livro, ou tirar uma soneca embaixo dessa árvore. Essa foi a primeira coisa que pensei quando conheci Senhora Liberdade, o primeiro livro da pedagoga carioca Márcia Antônia Canivello.

Lisa Karen decide morar sozinha com sua amiga Vick em um pequeno apartamento em Toronto, uma ótima oportunidade para Lisa amadurecer e correr atrás de seus sonhos. Depois de sua formatura, ela consegue um ótimo emprego em uma empresa de seguros, onde irá auxiliar os diretores Adam Schmidt, Thomas Lee e Scoth Daniels em suas tarefas mais importantes. 

O que ela não esperava é que Scoth, um homem sério e misterioso, iria mexer tanto com seus sentimentos, o que era pra ser só uma relação profissional de sucesso, foi virando uma atração quase irresistível. Uma viagem a Tóquio ira fazer com que Lisa conheça o outro lado de Scoth, o homem descontraído, que consegue relaxar em momentos apropriados. Porém o grande empecilho para a relação vigar, é que Scoth é noivo de Susan, mulher fina, mimada e muito bonita, e parte do seu sucesso profissional depende desse romance.

Em paralelo, Lisa alimenta seu sonho de ser artista, quando criança fez um curso básico de pintura onde pintou uma sequência de quadros que guarda até hoje, porém o último foi perdido em um metrô. Agora com a vida mais bem estruturada, ela consegue retornar a lutar por seu sonho de se tornar pintora, mostrando que apesar de as vezes nossas vontades ficarem em segundo plano, elas ainda estão vivas.

O romance é rico em detalhes, cheio de idas e vindas, porém sem os altos e baixos esperados, a protagonista é bem certinha, e um pouco imatura, adora justificar seus atos ao mundo, sempre achando que as pessoas estão pensando o pior sobre ela, e o pior não é tão ruim assim. As vezes tinha vontade de pedir para a Susan dar uns tapas na cara dela, pra ver se ela acordava, haha.

Ponto que gostei bastante foi a descrição de alguns costumes japoneses, acho sempre válido conhecer outras culturas, e é notável que a autora pesquisou antes de descreve-los. Pontos que não gostei é que o enredo poderia ser bem mais enxuto e mais denso, as vezes não conseguia sentir a coisa "avassaladora" que o casal sentia, nem perceber certos traços da personalidade dos personagens. Outras passagens parecia que alguém tava me explicando o acontecido, justificando os atos, e eu gostaria de sentir isso, e não que fosse explicado. Alguns personagens poderiam ter aparecido mais e ter animado o livro, como a Vick e a própria Susan, enfim... Fatores que me deixaram um pouco apática com a leitura.


Quero agradecer muitíssimo a Márcia pela oportunidade de ter lido Senhora Liberdade. Desejo muito sucesso com esse e outros romances que estão por vim, e que você continue sempre sendo uma fofa e atenciosa com seus leitores. O blog estará sempre de portas abertas para divulgação de seus novos trabalhos. ;D

Informações - Senhora Liberdade
- Informações para comprar Senhora Liberdade: AQUI

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

[Blogagem Coletiva] O Que Aconteceu no Meu Carnaval

Sempre tive vontade de fazer um post nesse estilo, cheio de imagens bonitinhas e fofinhas contando algo ou dando dicas de alguma coisa, mas chegou a quarta-feira de cinzas e eu tenho o tema pra fazer o tal post, haha. Quem quiser pegar carona e fazer uma postagem (coletiva) contando como foi seu carnaval, usando imagens e afins, é só "correr atrás do trio elétrico" e "pular que nem pipoca" e entrar no clima, só não esqueça de deixar um recadinho com o link do post que eu divulgo aqui, ta?!


Dormi sem ter hora pra acordar.


Fui pro cinema assistir Sherlock Holmes (adoro os disfarces de Holmes, haha), Millenium - Os Homens Que Não Amavam As Mulheres (apesar de não ter lido o livro, fiquei com a impressão que o livro é melhor que o filme, não sei) e Cada um Tem a Gêmea Que Merece (muito bom, muito engraçado, haha). Recomendo os três!  *.*


Comi mais do que devia e me sinto como se tivesse saído de mil rodízios de pizza. Pra quem não sabe o Bob's ta com a promoção #QueroEmDobroBigBob até o dia primeiro de março, você paga 1 e leva 2 Big Bob's, é só se cadastrar no site AQUI ;D


Tentei colocar as minhas leituras em dia, não consegui ler o tanto que eu queria, mas progredi nos livros e em breve terá resenha aqui, haha.


Fui ao show do Otto e Karina Buhr. Amo o trabalho dele e nunca tinha tido a oportunidade de ir ao show dele, e já quero mais Otto na minha vida. Não conhecia o trabalho dela, apesar de ter encontrado o CD dela perdido aqui no pc, amei o show, muito muito bom, porém as músicas ainda vou escutar com calma pra dizer se gosto ou não, haha.



E o mais importante, consegui curti meu namorado morto de fofo.

E ai? O que aconteceu no seu carnaval? 

sábado, 18 de fevereiro de 2012

[Propaganda] Carnaval - Carro e Cerveja

Quem nunca fez 10 segundos de reflexão depois de uma propaganda mal articulada? Alguns dizem que é pq não somos o público-alvo da tal propaganda, mas acho que isso as vezes serve de desculpa para os erros de alguns publicitários, haha. Duas propagandas me chamou atenção nesse carnaval, a ideia até pode ter sido boa, porém elas me deixaram esses 10 segundos pensando sobre com um enorme incomodo. Não to criticando os produtos, até pq não tenho um Fiat (mas se quiserem me da um, super aceito, haha) e nem gosto de cerveja, ou seja, Skol e qualquer outra marca tem o mesmo gosto pra mim. #fato


Propaganda da Fiat desejando que o folião tenha responsabilidade nesse carnaval, que não beba se for dirigir, que tome cuidado com o trânsito, enfim. Achei muito bem sacado a observação que nessa época é onde existem mais doadores de órgãos, devido a irresponsabilidade das pessoas nas festas, mas fazer tal observação usando alguém que necessita de um coração, órgão esse que precisa que o doador morra pra fazer tal doação, e a pessoa no final ainda deseja que você não morra por irresponsabilidade, é muuuuito BIZARRO. Alguém que precisa que você morra pra viver, te deseja que você viva, é no mínimo irônico. Uma boa ideia, porém mal aproveitada, mal articulada, um tiro no pé.


Propaganda da Skol divulgando a Operação Skol Folia, onde vai levar dois grupos para aproveitar os 5 dias em 5 cidades, tudo pago pela Skol. Sem contar que o site da Skol Folia vai mostrar a cobertura dos 5 maiores carnavais do país. Além de achar a propaganda uma porcaria, de certa forma ela fere a moral e bons costumes da população, já que mostra a "mentirinha" que o cara conta, o que é motivo o suficiente pra entrar com um processo no CONAR (órgão que fiscaliza a publicidade), outra coisa, eu NUNCA entendi o final dela, é tipo "morreu?!... lá lá lá", tipo oi?! Afinal o que eles querem dizer com isso? O cara morreu? O cara ta de ressaca e ela fica feliz? O cara virou Glitter? O queee?!

Concorda? Que outra propaganda te incomoda?

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

O São Valentim Só Hoje.

Ontem foi o dia de São Valentim, dia em que se comemora a união amorosa, ou o Dia dos Namorados no resto do mundo, menos no Brasil que é no dia 12 de junho, véspera de Santo Antônio. Por enquanto todos trocavam coraçõezinhos, chocolates, e compartilhava mensagens sobre o amor no Facebook, eu passei o dia com essa música do Jota Quest na cabeça, Só Hoje. Dedico a todos os apaixonados de plantão, aos que estão com saudade de alguém, e aos que vão ficar com a música na cabeça pelo resto do dia, haha.


Achei esse videozinho que "ensina" a falar EU TE AMO em mais de 100 línguas diferentes, clica AQUI pra você aprender também, haha. Obvio e claro que eu já sei tuuuudo, e você tá esperando o que para aprender também?! HAHA.

Quais os planos pro feriado de carnaval?

sábado, 11 de fevereiro de 2012

[Inspiração] Barbie na versão Lady Gaga

Quem quer ter uma Barbie patricinha e sem sal se podemos ter uma mini Lady Gaga? Uma fã super criativa pegou suas bonecas e inspirada no polêmico estilo da cantora, transformou todas em várias Lady Gaguinhas. E quem quiser fazer o mesmo, a fã talentosa também postou um tutorial ensinando como transformar suas bonequinhas: AQUI.


As roupinhas são cheias de detalhes e super bem feitas, olha a perfeição da reprodução do figurino do Caco (Muppet's) e o vestido usado no ensaio de aniversário da Hello Kitty.  


Sem contar os penteados famosos da cantora, pra que acessório se você pode inovar usando o próprio cabelo da boneca? - O máximo que consegui fazer com o cabelo das minhas bonecas foi cortar e/ou deixar crespo, hauhuaha.


Os tais figurinos polêmicos da cantora também ganharam versão miniatura. O primeiro foi usado no VMA 2009 e o segundo é feito de carne de verdade. Nojinho! #tenso


Papa Paparazzi - Oh Oh Oh Oh Caught in a Bad Romance


Telephone

Quem quiser ver mais Lady Gaguinhas é só clicar AQUI e ver esse e outros trabalhos da artista, vocês também poderão ver outras roupinhas lindas e inspiradas em desfiles famosos. E ai? Curtiram? Eu amei e já quero todas *.*

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

[Livro] Prelúdio para a Morte - Val McDermid


Esse post é parte do "Um Desafio Realmente Desafiante" do blog Silêncio que eu to lendo, está um pouco atrasado, mas eu cumpri a minha missão de Janeiro: Ler um livro de um autor Europeu, haha. Quero dicas de livros para o desafio de Fevereiro, algum livro que o nome do personagem comece com a letra N, sugestões?!
* * * * * *
Segundo lendas locais, o marujo Fletcher Christian teria voltado para Lake Districk, depois de ter forjado um massacre na lha Pitcairn, local que serviu de refúgio depois de ter liderado o motim no Bounty. O massacre foi a desculpa perfeita para Fletcher conseguir voltar a sua terra natal e relatar ao seu velho amigo poeta William Wordsworth, o que de fato tinha acontecido. O tal relato virou um grande poema épico, porém o tal manuscrito nunca foi encontrado.

Duzentos anos depois, um corpo foi encontrado no pântano em Lake District, o que despertou o interesse local, devido as tatuagens semelhantes aos Mares do Sul, o que poderia ser uma prova de que a lenda era verdadeira. Jane Greshan, também nascida em Lake District, é uma acadêmica especialista na obra de Wordsworth, e está disposta a descobrir se o tal manuscrito de fato existe.

River é a legista que está fazendo a autopsia do "Pirata do Pântano" na frete das câmeras, afinal um Reality mostrando o passo-a-passo da possível descoberta do lendário Fletcher, poderia trazer muitos investidores. Dan é o amigo gay de Jane que está disposto a ajudar a amiga a desvendar o mistério do manuscrito.

Tanille é a vizinha adolescente de Jane, a garota tem tudo pra ser errada, negra, filha de um chefão do trafico, mora sozinha com a tia, não vai a escola, mas ama poesias e nunca se meteu em encrenca, até a tia resolver namorar um pedófilo, é claro. Jake é o ex de Jane, o cara trocou ela por uma coroa que negocia peças raras, e aquele manuscrito valeria bastante nas mãos dessa dupla de "negociantes".

Agora todos estão querendo ajudar Jane a colocar as mãos nesse manuscrito, porém misteriosamente alguém está assassinando os velhinhos da cidade, e a principal suspeita é a aproveitadora de tesouros alheios, Jane. A trama é riquíssima, as vezes um tanto que monótona, mas muito interessante e baseada em lendas reais, haha. 

Detalhe que é bem perceptível a "aprovação" de negros e homossexuais na região, é notável o preconceito, creio que pelo fato da história passar na Inglaterra, enfim... O mistério me prendeu do inicio até o fim, a autora tem o dom de envolver o leitor, deixando-o ansioso pela nova façanha dos personagens. O mais importante, o livro não é nem um pouco previsível, de fato você fica chocado com o final, abismado com alguns personagens e com vontade de dar uns tapas em outros. Super Recomendo!
* * * * * *
Val McDermid é uma famosa escritora escocesa de livros de mistério, que largou sua carreira de jornalista para se dedicar aos romances policiais. Hoje possui 5 títulos publicados pela Editora Bertrand Brasil: Um corpo para o crime, O eco distante, Prelúdio para a morte, Domínio sombrio e Sombras de um crime.


sábado, 4 de fevereiro de 2012

[Esmaltando] Estilo Livre - Beauty Color

Apresento a vocês minha nova paixãozinha pras unhas, Estilo Livre - Coleção Mistura Brasileira da Beauty Color. Além do esmalte ser super durável (pelo menos nas minhas unhas) e a pigmentação ser muito boa (só é preciso duas mãos pra ficar a cobertura perfeita), a cor é bem diferente, saindo da mesmice do azul BIC e azul bebê, que todas as outras marcas chatas lançaram, haha (isso não foi uma babação de ovo, só que fazia muito tempo que eu não via um azul cremoso diferente, haha).


Por baixo eu uso a Base Setim também da Beauty Color, pois tem Óleo de Girassol que fortalece as unhas. Adoro a marca, mas tenho sérias dificuldades em encontra-la, pelo menos aqui em Fortaleza, principalmente as cores novas, só encontro a base ou a coleção antiga, enfim... Vamos distribuir isso, né Dona Beauty Color?! haha 


Bonne nuit, bonne chance