segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Os Melhores Lidos de 2016 - Livros

Final de ano é época de fazer um apanhadinho do que aconteceu nesses 365 dias, relembrar os bons e maus momentos, tentar absorver todas as lições vividas e ver o lado positivo dos fatos. Esse ano sofri um bloqueio literário dramático, li bem menos do que pretendia e escrevi menos ainda, até tive alguns lapsos de devorar um livro em poucas horas, mas a grande maioria fazia mesversário dentro da bolsa. Quer saber o lado positivo do ano? Mesmo com esse bloqueio consegui conhecer algumas história irresistíveis e autores fantásticos. Agora vem cá, deixa eu te contar sobre minhas leituras!

Mulheres Que Não Sabem Chorar - Lilian Farias
Posso falar sem titubear que foi o livro mais marcante do ano, protagonistas fortes, lutas legítimas, causas reais. O enredo foi inspirado na vida de várias mulheres, os capítulos foram separados por nomes de rosas, quem nunca conheceu uma dessas rosas? Quem nunca sentiu o coração sangrar com o relato de violência, discriminação, perseguição, depressão, humilhação?

O relato dessas mulheres mexeu com a alma, incomodou por ter uma imagem tão crua do mundo, a visão de como as pessoas podem ser tão sujas e opressoras, armadas com suas verdades impositoras.

Depois da Chuva - Maria Clara Mattos
Leitura poética, que não promete muita coisa, que não fala muita coisa, mas que vai te envolvendo até você ficar completamente embriagado com o enredo. Duas vidas que se cruzam, o caos e a perfeição, o vendaval e a calmaria, ambos perdidos em uma caminhada sem sentido.

A rotina de todos os dias, o passeio com o cachorro, a banca de jornais. O momento em que o chale sai voando e entrelaçando os caminhos, invertendo os sentidos, levando a calmaria para onde só tinha caos, e o caos para onde era só calmaria. Leitura que se tornou uma grata surpresa, na simplicidade e na delicadeza sem fim.

A Força do Destino - Mônica de Castro
Esse ano me rendi aos livros espiritas, entre as poucas leituras que fiz, a maioria trazia essa proposta, viajei no tempo, conheci alguns ensinamentos, abri a mente. Confesso que apesar do estilo sempre fazer parte da minha vida, eu ainda tinha um certo receio sobre, me provocava um certo temor, mas após ler alguns romances incríveis me rendi, estou apaixonada!

Duas mulheres conectadas pela repetição dos fatos, separadas por algumas décadas, o ódio e a vingança ainda fazem parte da vida delas. A luta pela sobrevivência, pelo entendimento da ligação dos corpos e da alma, a motivação das pessoas mais próximas. Essa conexão que ia além do tempo, poderia salvar suas vidas. 

#Partiu Vida Nova - Leila Rego
As vezes é preciso parar, respirar e avaliar tudo o que aconteceu e o que motivou para as coisas chegarem aquele ponto. As vezes é preciso recuar e tentar pegar um novo caminho para conquistar o que se pretendia. As vezes é preciso reconhecer os seus erros e falhas, dar o braço a torcer e admitir que as coisas saíram do controle.

Um Chick Lit maravilhoso sobre como podemos cair em nossas próprias armadilhas e perder as nossas essências na busca por aceitação, ou na busca do que acreditamos ser o interessante. Repensar na vida e nas relações, foi a sensação que a leitura deixou.

Incríveis Jogos de Palavras - Laércio Bacelar
Vou repetir o que falei na resenha, só pra deixar claro o quanto achei a construção do enredo fascinante: esse livro deveria ser adotado nas escolas! Entendo se você julgar pelo título, pela capa, ou até mesmo por falar de dicionário, fiz o mesmo e adiei a leitura, mas não cometa o mesmo erro.

A forma que o autor percorreu as páginas do dicionário, seus verbetes, seus significas foi de estrema sutileza, o leitor se envolve com a aventura dos personagens e quando menos se espera, um mundo foi apreendido. Permita-se brincar com esses jogos!

Leitura em Números
Livros lidos: 28
Páginas lidas: 5.379
Meta 2017: 50 livros

Um comentário:

  1. Não conhecia alguns, que maravilhosos.
    Ótimo poste.
    Beijos.
    http://vinteedoisdemaio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir