quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Você Está Caminhando na Direção Certa?


Escuto muitos depoimentos empolgantes sobre "depois que eu me aposentei abri a empresa dos meus sonhos", "depois que eu me aposentei viajei para todos os cantos que eu sonhei", "depois que eu me aposentei consegui ter a vida que eu sempre quis", fico feliz que todas essas pessoas tiveram uma aposentadoria digna que possibilitou a realização de todos esses sonhos, mas EU tenho PAVOR que essa seja a minha realidade, que eu precise me aposentar para realizar os meus sonhos, que eu precise passar minha vida inteira fazendo algo que me de apenas a satisfação de um salário, para que algum dia finalmente eu consiga fazer o que eu sempre quis fazer.

Admiro e muito amigos que mesmo sem um puto no bolso disseram "abri a minha empresa", "estou indo viajar", "estou fazendo o que eu gosto" e fim, nada de esperar as leis do universo promoverem um apocalipse, eles só acreditaram no potencial deles, valorizaram o talento deles e realizaram o sonho deles. Claro que eu não estou falando que é tão simples assim, mas não é impossível, a cada dia tenho mais certeza que os sonhos são bem mais reais do que se imagina, basta que a gente lute por eles e acredite em si.

Tenho feito alguns exercícios de"autoconhecimento" que ajudam a trilhar o meu caminho de acordo com os meus "sonhos" e me deparei com uns vídeos das lindas Silvia Pahins e Paula Quintão, onde elas falavam sobre a necessidade de realizarmos atividades que geram momentos de felicidade, afinal a vida não é setorizada em pequenas caixas, onde cada uma você coloca algo diferente, uma o trabalho, na outra família, na seguinte exercício, etc, tudo está "junto e misturado", logo, se você não está feliz em algum momento da sua vida, isso vai se refletir em todo o resto. Afinal, quando estamos satisfeitas, passamos a mostrar a nossa melhor versão ao mundo, a versão feliz.

Elas fizeram alguns questionamentos nos vídeos que até parecem perguntas dos tais disparates que respondíamos na 6ª série, mas se você de fato parar para refletir sobre cada resposta, você vai ter uma luz na sua caminhada, o que você quer de verdade da sua vida. O que acha de tentar responder? Desligar um pouco o automático e refletir sobre que de fato você quer?
  1. Quais os seus talentos? 
  2. Quais os seus valores?
  3. Como você se imagina no futuro?
  4. O que você faria se tivesse mais 2 meses de vida?
  5. O que faria se tivesse dinheiro ilimitado?
Complicado? Antes, pense com o coração e não com a razão, exclua o que de fato você não gosta (ex: não gosto de usar farda), pense no que você realmente gosta (ex: gosto de ler), reflita sobre os seus talentos (ex: sou metódica), lembre dos seus valores e respeite eles (ex: sou sincera), qual seu sonho (ex: ser livre), o que importa (ex: família)... No fim junte todas as suas respostas, encaixe uma nas outras e questione o que você está fazendo da sua vida. Se é mesmo esse caminho que você quer percorrer. Vale a reflexão!

bonne nuit, bonne chance

Um comentário:

  1. Acho muito importantes este tipo de questões que nos ajudam a tomar grandes decisões. o auto-conhecimento é muito importante.

    ResponderExcluir