sexta-feira, 2 de maio de 2014

[Cinema] Hoje Eu Quero Voltar Sozinho

Longa-metragem baseado no curta Eu não quero voltar sozinho de Daniel Ribeiro, uma pequena mudança de título, mas uma grande mudança de foco. O filme mostra Leonardo, um adolescente cego e super protegido pelos pais. É constantemente questionado se consegue fazer algo sozinho, está sempre acompanhado por seus pais, sua vó, ou até mesmo Giovana, sua melhor amiga e companhia no caminho de volta para casa.

Um dos seus grandes sonhos é fazer intercambio, poder ficar longe de casa e ganhar a independência tão desejada. Conversando com Giovana, ele fala sobre o seu desejo de ficar com alguém, mas se questiona se alguém teria o desejo de ficar com ele. Na escola, ele é frequentemente humilhado pelos colegas de classe, ele vive aguentando calado as brincadeiras infelizes sobre a sua deficiência, e sobre o barulho de sua máquina de escrever braille.

Gabriel é o novo garoto da escola, um gatinho segundo Giovana, e Karina claro, a chata do colégio que tenta ficar com ele a todo custo. Aos poucos Leonardo e Gabriel vão se aproximando, uma amizade de ajustes, Gabriel tenta se adequar as limitações de Leo, Leonardo tem a rotina quebrada com os desafios de Gabriel

O filme é lindo, muito bem estruturado, existe uma preocupação de mostrar todos os passos na evolução dos personagens, as dificuldades, os encaixes, com isso o público consegue se sentir na pele dos personagens, e torcer para que no fim tudo se resolva. O Guilherme Lobo faz um trabalho brilhante, diversas vezes me questionei se o ator era cego de verdade, ou se ele era só mais uma grande revelação.


As locações são bem simples, os personagens vão de casa para a escola, da escola para casa, mas a fotografia e as cores frias dão um ar aconchegante ao filme. Um grande acerto foi a escolha da trilha sonora, em sua maioria de bandas independentes e desconhecidas pelo grande público.

Algo que me surpreendeu foi a mudança de foco do curta para o filme, no curta Leonardo quer saber se Gabriel também gosta dele, e o foco é esse, o desejo do Leo de voltar acompanhado para casa. No filme Leo quer ser independente, quer se livrar das amarras, e o Gabriel está nessa independência que ele tanto almeja. Uma mudança simples de título, mas uma grande mudança na história.

Curta - Eu não quero voltar sozinho

Um comentário:

  1. Gente, parece sensacional este filme, eu nunca tinha ouvida falar, mas é o tipo de filme que gosto de assistir...Impossível não anotar sua dica!!!!!

    Beijo, Van- Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir