quarta-feira, 20 de março de 2013

[Blogagem Coletiva] 1904


      Querido diário,
estou em pânico! Minha mãe me trancou dentro de um armário, estou com muito medo, não sei o que esta acontecendo, estou com fome, estou com muito calor, não consigo respirar direito... minha mãe me mandou ficar aqui até os homens maus irem embora, não sei quem são eles, ou o que eles estão fazendo aqui...

Acordei cedo como de costume, a entrou no meu quarto pedindo para eu me apressar, ela estava nervosa, questionei o motivo e ela só disse que talvez meu pai recebesse visitas... Será que são esses homens? Desci rápido e vi minha mãe no sofá com um olhar assustado, ela se levantou, me deu um longo abraço e disse que não ia deixar nada de mal me acontecer, questionei ela sem conseguir entender o que estava acontecendo, ela só mandou eu me apressar pois talvez tivéssemos visitas mais tarde, não consegui perguntar mais nada, fiquei paralisada, eu devia ter perguntado mais, estou com medo desses homens... Estou em pânico!

Estava na cozinha tomando café, e escutei meu pai falando sobre uma notícia que tinha saído nos jornais para os empregados da casa, eles estavam revoltados com o governo, não consegui entender direito o que falavam, diziam algo sobre a aprovação de uma tal Lei de Vacinação Obrigatória* contra a varíola, sobre casas destruídas, sobre defender a honra de suas mulheres, e quanto mais eles falavam, mais furiosos eles ficavam. Não entendi como aquilo tudo tinha sentido, como uma vacina iria destruir as casas? Sera que aqueles homens tinham algo haver com isso? Será que iam destruir a casa? Será que eles iriam desonrar minha mãe e eu? Estou em pânico!

Faltava pouco pra hora do almoço, todos os empregados tinham ido para casa com a missão de defender as suas famílias, quando meu pai avistou homens se aproximando do  portão da casa, ele gritou para a mamãe me esconder, ela me agarrou pelos braços e subiu as escadarias correndo em pânico. Ela me trouxe até este armário onde guardo meu material escolar, ela me disse que eu precisava ficar aqui, calada, sem perguntas, que eu tinha que ficar aqui até ela voltar... Já passou tanto tempo e ela ainda não voltou, o que aconteceu? o que ta acontecendo? quem são eles?

*Devido a epidemia de varíola na capital do Rio de Janeiro, foi aprovada a Lei da Vacinação Obrigatória, onde brigadas sanitaristas acompanhadas de policiais invadiam as casas para vacinar a população a força, porém tinha um boato que a vacina fazia mal e tinha que ser aplicada nos órgãos genitais, um escândalo para a época. A população em pânico e desgostosos do governo, fizeram a Revolta da Vacina em novembro de 1904. 


Esse é um projeto da Poly, onde todos os blogueiros deveram postar no dia 20 de cada mês um post-diário referente ao ano sorteado aleatoriamente. Todas as postagens referentes a 1904 estão relacionadas AQUI. Participem! ;)

Bonne nuit, bonne chance

2 comentários:

  1. Olá Neyara vim retribuir a visitinha que fez ao meu Infinito :D bigaduuu
    Adorei seu blog...bem fofo...
    Legal esta blogagem coletiva, sempre é bom relembrar o que passou para que possamos dar mais valor aos dias de hoje...que apesar de serem maus tbm, ainda temos mais liberdade e oportunidades.
    Bjinhos e fique sempre a vontade de voltar ao meu bloguinho viu?
    Vou te seguir já e te ofereço meu award e selinho de amizade :D

    ResponderExcluir
  2. Nossa, adorei seu post! Ficou riquíssimo em detalhes e deu para sentir bem a angústia da personagem com a situação que a rodeava... Foi uma época tão tensa, né?
    Bjos!

    ResponderExcluir