domingo, 25 de setembro de 2011

[Conto] Noite Estranha


Já passava das 2h da manhã e a TV ainda emitia um chiado distante. A noite tinha sido tranquila, música de ótima qualidade, um sorvete trufado, depois de uma saborosa pizza de calabresa, porém em algum momento entre o lavar dos pratos e aquele exato segundo, as coisas tinham desandado. Seu olhar estava distante, seu corpo estava distante, seus carinhos estavam distantes. Parecia que algo tinha transformado nos dois em meros desconhecidos, deitados naquela cama pelo acaso. 

Entre cochilos mal dormidos, tentava achar o motivo daquela distância, o que tinha acontecido, o que eu tinha esquecido, mas nada tinha. Dentro dos meus sonhos, pessoas riam da nossa separação, ficavam felizes por terem nos separado, não me deixavam acordar, não me deixavam gritar por ele. Talvez o meu olhar também estivesse distante, aquele sentimento estranho dentro daquele lugar que não era nosso, estava me deixando em pânico, o medo que a nossa relação ruísse ali, tava me consumindo.

A TV ainda chiava por enquanto conversávamos, não era nada, não tinha nada, e aquela sensação ruim ainda existia. Resolvemos ir embora, pegamos nossas coisas e saímos. Assim que colocamos os pés pra fora do quarto, toda a sensação ruim foi embora, tudo foi embora, tudo tinha voltado ao normal. Alguns cantos possuem energias estranhas, ou estão com intensões negativas.

*História e personagens fictícios.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Quando Eu Crescer Quero ser...

 
"Queria ser bem sucedido, que os pais se orgulhassem dele e que tivesse a oportunidade de dormir com mais de uma mulher ao mesmo tempo, mas como tornar todas essas coisas possíveis? Queria ser citado em revistas e esperava um dia ver uma retrospectiva do seu trabalho, sem ter uma clara noção do que seria esse trabalho. Queria aproveitar a vida ao máximo, mas sem confusões, nem complicações. Queria viver de forma que, se fosse fotografado casualmente, a foto saísse bonita. As coisas deveriam estar certas. Diversão; deveria haver bastante diversão e pouca tristeza, não mais que o absolutamente necessário"
[Trecho do livro Um Dia - David Nicholas]
Um dos meus grandes problemas, não é saber onde eu quero chegar, aliás isso eu sei muito bem, eu sei muito bem como eu quero estar daqui 20, 30 anos, o meu grande problema é que eu não sei como eu quero chegar lá, fazendo o que, trabalhando com o que... Sai ano e entra ano, e essa dúvida ainda me corroí... =/

O que você quer ser quando crescer?

domingo, 18 de setembro de 2011

[Música] O Show dos Ruivos

Ontem aconteceu a Calourada Geral da UNIFOR com o show da Rita Lee e do Nando Reis. Depois de anos sem uma calourada descente, esse ano compensou qualquer outra festa. A organização deixou um pouco a desejar, atraso de 1h na montagem do palco, multidão na entrada, a pista muito distante do palco, no Front Stage queriam colocar mesinhas onde não devia, e o pior: esqueceram de podar as plantas que ficavam na frente do palco, ou seja, elas atrapalharam a visão do show para muitas pessoas que estavam no Front Stage, imagine pra quem estava na pista.


Contratempos a parte, o show foi lindo de viver. O primeiro a entrar no palco foi a Ruiva depois de fumar seu cigarrinho e passar álcool nas mãos. O show é da sua turnê "ETC", onde ela canta os seus maiores sucessos, com direito a cover do Michael Jackson e passinhos de balé. Ela contou como a carreira começou por enquanto cantava "Ovelha Negra", chamou a vida de estudante de mansa, e falou que a "FortaBeleza" era quente, apesar do vento forte.


Entra ano e sai ano, a Rita Lee continua mais desbocada, mais louca, mais "ovelha afro descendente" do que nunca. O show foi sensacional! Se eu já curtia o trabalho e todo o jeitão dela, depois de ontem, virei fã de carteirinha. Volte sempre sua linda, Fortaleza adorou te ver nos palcos!


O Ruivo entrou no palco já era mais de 1:30 da manhã, depois de muito bocejar esperando a finalização da montagem do palco, o Nando Reis e Os infernais aparecem com o show "Baião do Ruivão". Trabalho que relembra os grandes sucessos de sua carreira e do seu último álbum lançado em 2009, "Drês".


Apesar de terem dito que o show foi curto e morgado, amei demais, só que eu sou fãzona dele, logo acho que a minha opinião deve ser um pouco desconsiderada, maaas também achei o show curto e que tinha muita música pra tocar ainda, vale ressaltar que ele não tocou todas que estavam no set list. Acabei tirando pouquíssimas fotos, pois a luz não ajudou, e a árvore queria aparecer mais do que o Nando. Show lindo, ruivo lindo, músicas lindas!


Hoje eu completo 3 anos e 11 meses de namoro, cheio de idas e vindas, mau olhados e desejos de vida longa. Espero que a gente continue firme forte e que nada nos abale. Te amo coisa mais fofa do meu mundo! 

sábado, 17 de setembro de 2011

Um Grampeador Vermelho Para Chamar de Meu


Sabe aquele cara que cuida de um grampeador vermelho no filme Como Enlouquecer Seu Chefe? Aqueele que fala, fala, fala e ninguém presta atenção no que ele diz. Aqueeele que ninguém da credibilidade no que ele diz, mas quando uma outra pessoa diz a mesma coisa, todo mundo concorda. Aqueeeele que a opinião não interessa. Aqueeeeele que perde a atenção das pessoas para uma formiga. Aqueeeeeele... Sabe quando você acorda se sentindo assim? E no decorrer do dia parece que tudo conspira pra você se sentir pior... Pois é... Enfim... tsc tsc

sábado, 10 de setembro de 2011

[Música] Seletivas Ponto.CE - Dia 1


Nesse fim de semana ta rolando a seletiva do Ponto.CE, festival independente que está em sua sexta edição unindo música, dança e áudio visual. O festival é só em Novembro, mas ontem 4 bandas se apresentaram concorrendo a 2 vagas no projeto, levantando o pessoal que foi ao anfiteatro do Dragão do Mar prestigiar o evento. Vale ressaltar que os shows são na faixa, só precisa levar 1kg de alimento pra doação. E fica a minha torcida pros meninos da banda The Sons.


Banda cearense formada em fevereiro de 2009, Pop Rock gostosinho de ouvir e letras legais, nada muito dançante. Possuem 12 músicas autorais e já fizeram cover de bandas como Skank e Los Hermanos. Vale a dica: The Sons


No final da noite, teve a apresentação da banda convidada Selvagens a Procura de Lei, eles já estão com a vaga garantida no festival desse ano. O primeiro álbum deles, o "Aprendendo a Mentir", foi lançado semana passada, e já ta sendo considerado um dos melhores discos do ano, com letras bem boladas e batidas pra ninguém colocar defeito, os meninos estão ganhando mercado nacional.


O som é um Indie Contemporâneo, lembra o som das bandas Strokes, Arctic Monkeys, Moptop, entre outros. Nos shows, sempre tem a presença do mergulhador da capa do CD e de uma plateia animada. Então, fiquem de olho na agenda dos meninos, pois em breve eles estão fazendo show em SP e outras cidades do país. SUPER RECOMENDO!

Clipe Oficial - Amigos Libertinos

Mais Informações:
- Músicas: http://www.myspace.com/sapdl e http://sapdl.tnb.art.br
- Download do CD: AQUI 
- YouTube: http://www.youtube.com/user/Sapdl
+ Quem quiser conhecer as outras bandas que se apresentaram é só clicar aqui: Faina [HardCore - download do CD AQUI], Síntese [Pop Rock ou Gospel, qualquer coisa do tipo] e Dropper [EmoCore]. E hoje tem seletiva de novo.

Qual é a boa da noite de vocês?

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Conversas no Correio



Ontem, tentei postar umas cartinhas com selo social e o atendente do correio não aceitou, pois ele não sabia a data limite do uso da modalidade carta social. Conversa vai, conversa vem, ele me falou que o selo tava deixando de ser usado devido o uso indevido do mesmo, pois foi criado para ajudar as pessoas de baixa renda a se comunicar, porém quem usava eram as pessoas que tinham condições de pagar R$0,70 em uma carta simples, e não as que precisavam do "desconto".

Fico imaginando qual vai ser o destino das pessoas, que apesar de todas essas tecnologias ainda se aventuram a mandar cartinhas. Não que o #clubedacarta, e outros grupos que possuem o mesmo objetivo irão acabar, mas o fluxo vai ser bem menor. Afinal, pagar R$0,01 é bem diferente do que pagar R$0,70, principalmente quando você não manda somente uma carta, e sim várias de uma única vez.

Acho que todo mundo, pelo menos uma vez na vida, deveria descobrir o quanto é prazeroso receber/enviar carinho dentro de um envelope, ficar ansiosa com a chegada do carteiro, se surpreender com tanto carinho e coisa fofa que te mandam, sorrir lendo as letrinhas coloridas e garranchudas dos outros. Um prazer que nenhum e-mail, sms, ligação... ira substituir, pena que está ficando cada vez mais raro.

Então fica a Tarefinha do Fim de Semana pros meus leitores: Escolha alguém querido e mande uma cartinha pra essa pessoa, escolha um papel legal, use a criatividade, se preferir faça o seu próprio envelope, use adesivos, customize um cartãozinho, ou faça uma coisa simples mesmo, não importa, escreva uma cartinha e faça alguém feliz! ;D

Bonne Journée, Bonne Chance