quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Até dezembro...


Queridos, vou deixar o blog em hiatus durante esse mês de novembro, volto quando finalizar minha monografia, e colocar alguns assuntos pendentes em dia. Parceiros, na volta coloco as resenhas de vocês no ar. Blogueiros vou continuar visitando vocês nesse tempinho, espero que não esqueçam da Capsula. ;) Para sugestões, críticas, parcerias, desabafos, conselhos, o que for, é só deixar um comentário aqui, ou enviar um e-mail: neyara@gmail.com, ou mande uma carta, vou adorar! ;)

Até breve galerê, beijo!

terça-feira, 16 de outubro de 2012

[Esmaltando] Azul Pavão e Green Day

Trocando algumas mensagens com o namorado domingo à noite:
- Amor, escolhe a cor do meu esmalte. :)
- Amor, não faz pergunta difícil...
- Me diiiz, a primeira cor que passar na sua cabeça...
- Verde.
- Porque?
- Porque ta passando Green Day na TV.



Faz um tempão que não pinto as unhas de verde, nada contra a cor, mas acho que ainda não encontrei O verde que eu achasse perfeito. Tentei pintar com 2 tonalidades, um verdinho mais claro e esse da foto, mas o meu verdinho mais claro (Absinto da Colorama) sempre foi estranho e ficou cheio de bolinhas. Lá vai eu tirar tudo pra passar o Azul Pavão - Coleção Disco da Impala, que de azul não tem nada, é só um verdão escuro quase um verde bandeira, porém mais escuro e até que eu acho bonitinho, haha. O esmalte em si é muito bom, coloração, aplicação e durabilidade, recomendo!
P.s: Já quero esse batom que aparece nas 2 mulheres no começo do clip *.*

sábado, 13 de outubro de 2012

[Livro] Possuída - Vanessa Bosso

Adoro participar de Book Tour (percebe-se pela quantidade de selinhos que tem no rodapé do blog, haha), acredito que é uma ótima oportunidade de conhecer novos títulos e fazer amizades O livro viajante da vez é Possuída, da autora Vanessa Bosso, a ação foi organizada pelo blog Avontade (recomendo a visita) e eu estava super ansiosa para chegar a minha vez. 

Primeiro: só o título do livro é de tremer, parece aquelas histórias assustadoras, que vão tirar o seu sono. Segundo: a capa do livro é bem inspiradora. Terceiro: tive boas experiencias com os livros da Editora Dracaena, Contos de Meigan [resenha] é um bom exemplo. Quarto e último e o mais importante: qualquer sinopse que fale sobre Lúcifer, apocalipse e afins já me interessa e muito.

Algo que me incomodou assim que o livro chegou foi a qualidade da capa, acho que a editora pecou nesse quesito, o papel é frágil, e acaba desvalorizando o livro. Ok, adoro assuntos relacionados a produção gráfica, por isso eu sou bem chatinha com esses deslizes, principalmente quando poderiam ser evitados. Aproveitando o assunto capa, quando terminei o livro descobri que a história não faz jus a sensação que temos quando olhamos pra capa (imagem + título), apesar de combinarem com a história.

Alicia perdeu os pais e o irmão caçula em um trágico acidente de carro, agora tenta restruturar sua vida com a ajuda do seu irmão Kadu, e sua amiga de infância Bia (The Vampire Diaries? [resenha]). De volta as aulas, um novato surge para conquistar o coração de Alicia, ou melhor, ele parece ter sido feito sob medida para ela. Os mesmos gostos, os mesmos sonhos, as mesmas histórias, em um corpinho fenomenal, com um olhar penetrante e uma mordida no lábil de tirar o fôlego.

Além dos dramas que qualquer adolescente de 17 anos tem que enfrentar, Alicia está tentando superar a ausência dos pais, organizar uma festa de aniversário e decifrar o que algumas mensagens sobrenaturais tentam lhe avisar. No submundo, Gael tenta se livrar das amarras da Árvore da Morte e impedir Lúcifer de colocar em prática seu plano de abrir as portas do inferno, ou seja, decretar o apocalipse.

No inicio achei o livro um pouco cansativo, parecia que tinha saído da mesma forma que todos os outros livros de anjos e vampiros, mas não é bem assim, a história consegue te prender, te envolve, te faz perder o ar, é muito mais que uma "forminha". Amei os capítulos do GaelLúcifer, foram tensos, doloridos e emocionantes. Não curti muito os personagens em si, não rolou uma "química", não rolou torcida, o que me desmotivou um pouco, mas no geral adorei a leitura, apesar de não ter sido assustadora como o esperado. A escrita é bem gostosa, leve, fluida, e os capítulos são curtos, o que te faz avançar rápido na leitura.

Vanessa Bosso, redatora publicitária, paulista, descobriu a sua verdadeira vocação em 2009, mais ou menos: escrever romances (será que um dia eu descubro a minha vocação? #mimimi). Já quero ler mais livros seu, sua linda! =*

domingo, 7 de outubro de 2012

2ª Turno Vem ai e Nada Mudou


Depois de muitas promessas, debates, sorrisinhos; o povo foi lá, votou e nada mudou, assim como previsto Fortaleza-CE também vai pro segundo turno e os candidatos é o sujo e o mal lavado (um é o candidato da prefeita, que em entrevista disse que elegia até um poste, o outro é o candidato do governador Cid Gomes). Apesar do resultado a eleição teve dois pontos positivos, um dos candidatos que não tinha muitos eleitores, mas muitos planos, conseguiu lutar por uma vaga no segundo turno, perdendo por 2%, surpreendendo muitos e virando uma pedra no sapato da "mesmice". Outro ponto positivo, foi um outro candidato que conseguiu fazer uma campanha linda e limpa, apenas com doação do povo, defendendo a transparência, conseguiu deixar muito candidato gaguejando pra poder se explicar.

Como diria um outro candidato a prefeitura: temos que tirar a caneta das mãos dos que não fazem nada, para colocar nas mãos de quem quer fazer algo. 

Mais 4 anos chorando a burrice do eleitor. Beijo Brasil!

sábado, 6 de outubro de 2012

Um Projeto pra Chamar de Meu


Quando um ciclo está perto de se fechar, além da sensação de vazio, fica aquela sensação de ter que achar um outro ciclo pra ocupar aquele espaço. Projetos novos se fazem necessários agora, não planos feitos em uma segunda e postos de lado na sexta pré-fim de semana, mas projetos que te fazem ter um objetivo a médio-longo prazo, que te faça passar a madrugada acordada, por que simplesmente está empolgada demais pra ir dormir. Não um emprego novo, um curso novo, amigos novos, uma dieta nova, mas um projeto pessoal, por em prática aquelas velhas/novas vontades que nunca foram pra frente. 

Status: Buscando um projeto pra chamar de meu.