sábado, 29 de setembro de 2018

[HQ] Melaço

Sete histórias. Sete romances. Sete traços. Melaço é um projeto que surgiu em 2016 e foi financiado através do Catarse, plataforma de financiamento coletivo. Um grupo de ilustradoras se uniram para dar vida a sete romances de garotas apaixonadas, cheias de desejos, medos e muito amor. São histórias curtinhas e independentes, a narrativa se difere de acordo com o olhar de cada autora.

A primeira história é de Manu Negri, Talita Régis e Lita Hayata, entre traços finos e delicados, LDR traz a história da saudade de duas garotas, seus pensamentos sabotadores e a redenção. P&T é um amor, o enredo de Aline Lemos traz a descoberta de um flerte, assim, meio por acaso, uma pista, uma iniciativa. Ambas histórias estão disponíveis para leitura on-line AQUI.

Em seguida temos Bruna Morgan (Universo em Bolha de Tinta) com Eu gosto de você secretamente. Os traços são mais grosseiros e sem tantos detalhes, o quadrinho não é estruturado de forma tradicional, as marcações são feitas através dos balões de fala. Além da história ser envolvente, um amor mantido em segredo, me apaixonei pela forma que a autora conduz o enredo, a contagem de tempo, as emoções. Confesso que foi a minha grata surpresa no projeto!

Crushes de Dani Franck traz uma identificação imediata, quem nunca curtiu aquela bandinha de garagem, uma noite cheia de flertes e o sonho de conquistar bem mais do que a sociedade te oferece. Com traços angulares, podemos acompanhar a conquista de uma menina e de um sonho. Carta de Mtika e Lita Hayata é delicado, é sublime. A declaração de um amor, seus sentimentos mais sinceros, seus desejos, mas a única coisa que importava é encontrar seus olhos novamente.

Jujuqui é o ponto fora da curva, por enquanto os outros enredos são melosos, envolventes e banhados de sentimentalismo, Sangue, suor e lágrimas - Caem as máscaras é o furacão no meio da calmaria. É intenso, é devastador, não tem meias palavras, não tem romantismo, só tem paixão e muito tesão. Uma quadrilha de mulheres prontas para assaltar um banco, mas ninguém imagina qual o ponto de virada. Chegamos a minha segunda grata (e intensa) surpresa do projeto!

Por fim, temos o enredo mimoso de Dika Araújo, Domingo tem macarrão é sobre aceitação, como um novo relacionamento pode impactar na vida dos filhos, como essa nova pessoa vai ser aceita e inserida naquela casa. Um amor, podemos dizer que é uma ótima definição para o conto. Simplesmente apaixonada pelo projeto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário